domingo, 6 de dezembro de 2009

Uma vez Flamengo...



Que delícia poder estar em solo tupiniquim para assistir ao show dos garotos (e veteranos como Petkovic - 37 anos) na última rodada do Campeonato Brasileiro. Meu controle-remoto nunca zapeou tanto em dia de decisão! Que delícia poder acompanhar com olhos de jornalista e de corintiana fanática, o maior templo do futebol lotado com 80 mil rubro-negros gritando Mengoooo, Mengoooo.
Sim, corintiana feliz com a festa flamenguista, já que Ronaldo e compania decidiram adiar a conquista do título para 2010, ano do centenário. Vou torcer pra quem? Palmeiras? São Paulo? O bom senso não permitiria e um time que tem Adriano como artilheiro merece toda a minha simpatia. Sem falar que Dona Mirlene (minha mãe) e Léo são flamenguistas roxos! Sem falar na semelhança entre os frequentadores da geral do Maracanã e do tobogã do Pacaembu que é incrível! Nunca vi tanta gente feia por m2. Enquanto as câmeras no Morumbi flagravam as são-paulinas de salto alto, no Maraca só dava tiozinho sem dente, torrado pelo sol forte das praias cariocas, com chapéus e óculos engraçadíssimos no mais alto estilo "Galvão, firma nóis"!
Que belezinha!!!
Não nego que a organização do futebol europeu me mata de inveja e que ela vai demorar um bocado até chegar por aqui. Mas afirmo com tranquilidade que nenhuma arquibancada é tão divertida quanto a nossa. Na Europa, a seriedade dos casacos pretos não fica só na roupa. Francês é contido até na hora de empurrar o time. Em Lyon, o mais bem bolado grito de torcida fica por conta de "Quem não pular não é lionês", tosco né? Claro que existem craques, mas futebol malandro como o nosso, cheio de dribles, jogadas trabalhadas e comemorações criativas nos gols não existe em canto algum da Europa. Talvez por isso, torcedores como o nosso também não!
O que dizer então de exemplos como Ronaldo Angelim? O mais novo herói rubro-negro, responsável pelo gol do título. O guerreiro que quase perdeu as pernas este ano... Difícil encontrar histórias como esta lá fora, que vira e mexe, ilustram o futebol brasileiro. Taí o Adriano (desacreditado até pouco tempo e que agora volta a despertar o interesse de clubes como Milan e Roma) e Ronaldo (gordinho, lesionado e principal estrela para a Libertadores do ano que vem) que não me deixam mentir.
Um viva para o mais disputado Brasileirão de pontos corridos da história. Um viva para o Flamengo seis vezes campeão. Um viva para o Andrade, primeiro técnico negro a conquistar o título (vai entender). Um viva para Leonardos, Mirlenes, Adrianos, Joãos e para todos os outros 40 milhões de rubro-negros que viram Papai Noel chegar mais cedo neste natal.
O último Brasileirão que pude acompanhar de perto foi bonito, disputado e vai fazer falta na terra onde Juninho Pernambucano é rei. A corintiana agradece o espetáculo.

9 comentários:

Leonardo disse...

"Tu és time de tradição, raça, amor e paixão, o meu mengooo..."
Campeonato disputadissimo. E como a vida de Flamenguista é sempre sofrida, passamos boa parte do jogo em 3° lugar. Mas valeu a espera.
Agora eu so preciso encontrar de novo aquele mendigo da camisa do mengão que faz ponto la do Cours Lafayette para felicita-lo.

Yunes disse...

6-3-3 Tricolor....sem mais.

Hismenia disse...

auhauhauha
muitoo bom viu!!! Que me perdoe o juca, mas seu texto ficou melhor que o dele...kkkk
saudações conrintianas..

Mirelle disse...

hahahah! Gracinha Hismênia! Você tem lido o Juca direitinho como eu ensinei? Ai ai que orgulho vc me dá menina!

Saudade

Anônimo disse...

O texto está muito bom! Fico muito orgulhosa: de você e do meu time campeão!

Mr. Lemos disse...

esse post comprovou mais uma vez nosso vínculo familiar. "nunca vi tanta gente feia por m2" é exatamente a frase que minha outra irmã falaria. sensacional!

o futebol em si... esse é até difícil de comentar. vc já disse tudo. o melhor... do mundo... de todos os tempos. salve o rubro e o alvinegro - os maiores, os melhores.

Mirlene disse...

Hoje, já com saudades de você que ainda não foi para Lyon, abri seu blog e me emocionei com o texto deste post. Com mente e coração de mãe coruja orgulhosa, reafirmo que você tem mesmo talento!!! Te amo!

Leo disse...

Discordo quando diz: "jogadas trabalhadas e comemorações criativas nos gols não existe em canto algum da Europa. !"
É justamente na Europa q estão os melhores jogadores do mundo, inclusive os brasileiros. Por aí é q circulam os craques verdadeiros.
Por isso muitas vezes quem oferece a qualidade ao futebol europeu são geralmente os sul americanos.
De qualquer forma, teu depoimento é bem consistente e correto.
Só acho uma pena q meu time chegou a ser campeão por uns 40 minutos. Aí depis.........
Parabéns!

Luiz disse...

Eu tava lá! Foi bom demais!
Saudações Rubro-negras!

Leia também:

Related Posts with Thumbnails