domingo, 14 de fevereiro de 2010

Toda brasileira é bunda

Francês não tem muita noção das coisas, que o digam os criadores do curso de francês para estrangeiros da universidade onde estudo. Com certeza nunca estiveram no Brasil nem conhecem muitos brasileiros. Onde ja se viu oferecer aulas para ensinar girias e palavrões à gente diplomada no assunto como eu? Ta, exagerei um pouco. Palavrões eles não falam, mas expressões maliciosas não faltam na lingua francesa. Alias, não faltam em lingua nenhuma, so não esperava aprender isso na sala de aula! Para disfarçar a pouca vergonha, chamaram a matéria de "Francês familiar".

O professor, um negão cheio de estilo, me cativou logo nos primeiros 5 minutos de aula:
- De onde você veio?
- Brèsil.
- Hum, que bom! Meu tataravô era brasileiro, da Bahia.

Rà! Virou amigo de infância! Não sei se por isso, mas as aulas dele são as minhas preferidas. Ou talvez por ser la onde eu aprendo a chamar policial de "poulet" (frango). Claro que ele ri e avisa imediatamente que não podemos usar a giria na frente das autoridades, mas falar isso pra corintiana é como dar bom dia ao cavalo né?

Na utima semana, o coitado ensinava ao bando de chinesinhos e às 3 brasileiras da sala, as nomenclaturas das partes do corpo humano, para no final entendermos melhor algumas expressões* como "custa os olhos da cara". Uma das brasileiras (juro que não fui eu!) logo deu falta de duas partes importantissimas para o funcionamento de todo o resto:
-Professor, e as partes que faltam?
- Hã?
- Do homem e da mulher, aqueeeeelas...

Eu nunca tinha visto uma pessoa ficar tão sem graça! Ele disfarçou, pensou, gaguejou e quando viu todos aqueles olhinhos puxados 'made in China' se arregalarem à espera da resposta, escreveu "pénis" et "vagin" na lousa e apagou 10 segundos depois. Como pode um professor de primeiro mundo que da aulas de expressões contemporâneas francesas, ter ficado tão chocado com uma pergunta tipica de jardim de infância? Fiquei imaginando o que se passava na cabeça do mestre: "ah, essas brasileiras...". Não é mais ou menos isso que todos eles pensam?

O brasileiro metido à besta que mora no exterior (acredite, é o que mais tem!) fica extremamente ofendido quando um gringo pensa que somos o que realmente somos: desbocados, autênticos, espaçosos, criativos e barulhentos. Tem gente que se incomoda pra valer quando ouve falar que toda brasileira é bunda. Uai, e não é?

Podemos não ser bunda, mas como negar que a parte glutea do nosso corpo pipoca para fora do biquini (do vestido, da saia e do short...) com mais frequência que o necessario? Fingir que isso não existe é como dar as costas para o nosso futebol, para o nosso acarajé, para a nossa MPB. Brasileira é bunda sim, e das boas! E tão importante quanto saber como se diz 'orelha' em francês, é saber como se diz 'vagina.' Eu sempre precisei muito mais do ginecologista que do meu otorrinolaringologista.

__________________________
*
Para quem esta pegando carona nas minhas aulas de francês, ai vão algumas expressões que o professor ensinou depois do susto:

1) Avoir la tête sur les épaules = Ter a cabeça no lugar

2) Rester bouche bée = Ficar de boca aberta

3) Manger à l'œil = Comer de graça, na faixa

4) Avoir un verre dans le nez = Ficar bêbado

5) Avoir quelqu'un à l'œil = Ficar de olho em alguém

Ainda não conheci expressões que se utilizam das duas partes do corpo que envergonham o professor, mas tenho certeza que muitos brasileiros vão me ajudar nessa.

21 comentários:

Juliana Yonezawa disse...

Je m'amuse beaucoup avec les leçons!!!

Quero estudar francês de novo. Vou ficar sempre de olho aqui :)

ALVES DE MORAES, Gustavo disse...

avoir la tête dans le cu... ficar de ressaca

rien à "branler"... jeito um pouco grosseiro de dizer que alguém nao tem nada pra fazer, alternativo ao rien à foutre (Mirelle, vai ver no dicionario o significado da palavra entre aspas) Cabe a observaçao que meu supervisor de estagio ligou essa semana pra faculdade e disse isso ao service scolarité, ri muuuuito, logico...

enfin, bref, écoute... todo francês fala uma dessas entre cada frase

as expressoes que adoro

pas mal significa que é muito bom, tipo melhor que dizer c'est bien

C'est pas terrible=nada bom, o vai e vêm de sentidos (bom/ruim) na frase me enrolou durante algum tempo...

Leonardo disse...

Em homenagem ao dia de Saint Valentin, segue a minha contribuição:

- Avoir le coup de foudre: se apaixonar à primeira vista

- Avoir le béguin: estar apaixonado

Beijos amor

Mr. Lemos disse...

cacaboudin

vc só falar bobagem, irmãzinha. em qualquer língua. essa é uma das suas maiores qualidades. amo!

Leonardo disse...

Ja que virou festa, segue uma aula que tive com o Baptiste ontem, sobre como mandar alguém se ferrar em varios niveis de educação:

- Va te faire cuire un œuf! (nivel quase infantil)
- Va te faire avoir!
- Va te faire mettre!
- Va te faire enculer! (nivel mais fodão)

David Dias disse...

Rs rs rs... ri muito ao ler sua historia... até teria uma lista de palavroes e outras girias bem francesas e interessantes... mas para "rebondir" sobre o que você escreveu, as francesas nunca teram a autenticidade, a creatividade e o jeito para fazer barulho quanto as brasileiros ! rs rs Talvez por isso que todo o mundo ama quem é brasileiro...

Carol Saletti disse...

Hahahahahahahah! "as partes do corpo que mais interessam à Carol"... "não tira o seu da reta não" -expressão brasileira, para mim ainda sem similar na língua francesa. Quero deixar aqui registrado que não é uma questão de depravação, pois sou sexuada SIM, mas tenho la tête sur les épaules. Entretanto, qualquer um de nós nasceria mesmo se os nossos pais não tivessem les mains, les coudes, les bras, le pieds, les sourcils, les cils, les talons, les pouces, les ongles, les orteils, les majeurs, etc. O que me indignou foi encontrar, em uma Universidade da França, um professor mais careta do que os de um colégio católico em BH.

Myria Cabanach disse...

Não concordo com que toda brasileira seja bunda e também acho dificílimo encontrar todas as características que você citou como criativas, etc, na mesma pessoa. Além do mas, nunca me dei muito bem com os brasileiros que encontrei por essas bandas, com raríssimas exceções claro. Mas concordo que temos um "barangandan" a mais, algo diferente, que faz com que os brasileiros sejam bem vindos em todo buraco, é incrível, mas sempre fui recebida com um sorriso desde que dizia a palavra mágica: BRASIL. Senão, das expressões ai vão algumas das minhas preferidas.

-ça coûte la peau des fesses.
(custa os olhos da cara)

-Un tiens vaut mieux que deux tu l'auras.
(Mas vale um passaro nas mãos que dois voando)

-Quand il y en a plus, il y en a encore.

-Il n'y a pas de quoi fouetter un chat.
(Não é o fim do mundo)

Voilà, beijocas a ti.
Myria

Mirelle Siqueira disse...

Ju vc fala melhor do que eu, vou te contratar p me dar aula, vc é mega master poliglota!

Hahaha, Gustavo sabia que você seria muuuito util nesse post, tava doida p ver suas idéias e adorei!

Irmão, não é verdade! Não falo bobagem porra nenhuma, quase nunca!

Oi David, vc é francês? Se for é uma honra receber comentario seu, o primeiro françola a se manifestar por aqui. Se não for o prazer continua existindo, mas passa a ser menor, rs. Brincadeira, concordo com vc que as brasileiras e brasileiros são demais mesmo!

Carol Carol, não me comprometa! O post é todo inspirado em você!:D


Oi Myria, tudo bem? Concordo que nem todos somos criativos, etc... dai os outros são bunda! rs, boas qualidades não faltam para nos brasileiros, graças a Deus! E observando bem as bundinhas xoxas das françolas, acho uma delicia quando me identificam como brasileira pelo tamanho da bunda. Na minha opinião so se preocupa em parecer inteligente quem não é. Quem é, geralmente prefere ser famosa pela bunda, ja que o reconhecimento das idéias é inevitavel, rs. Adorei as suas contribuições! Uso bastante o "coûte la peau des fesses" nessa terra cara!

Beijocas em todos!!

Fernanda disse...

Que professore coincé ( = careta)!

Luciene disse...

rsrs legal o texto.

Qnto a TODO mundo amar os brasileiros eu nao sei... teria q ouvir as mulheres q moram em Portugal pra dizer oq elas passam. Principalmente com as portuguesAs. Sao taxadas de putas e pronto.

E qnto a toda brasileira ser bunda, acho q nao sou brasileira entao rsrsrs. :( snif rs

artebaiao disse...

Adoro esse seu "dicionário"!
Tânia

Ana Tereza Merger disse...

Esse seu professor deve ser otimo! Nao tive muita sorte com as minhas professoras, muitooo chatas. Mas, enfim, a gente aprende mesmo é na rua. Bisous chèrie et à très bientôt.

Mirelle Siqueira disse...

Hahahaha, adorei todas as dicas nesse topico!

Fernanda, o professor ta mais pra timido que pra careta acho, rs.

Luciene, entao é verdade que nos brasileiras nao fazemos muito sucesso em terras portuguesas? Bobos os Joaquins que não sabem o que estão perdendo ne?

Tania, sempre bem-vinda!

Oi Ana Tereza, vira e mexe alguem me diz que so teve professores chatos por aqui mesmo, devo ter dado sorte pq todos os meus são no minimo simpaticos!

Beijocas em todos!!!

Milena Fischborn Costa disse...

Se você ainda não descobriu como se diz aquelas duas partes do corpo, eu conheço algumas expressões superutilizadas! Mas néao coloco aqui, tenho vergonha! Podemos nos falar pelo orkut ou msn!

Karoline Teixeira disse...

Oie!
Morri de rir (mais uma vez)
haiuahuiahuiah
Adoro ler o seu blog, já pensou em reunir os posts e fazer um livro?
Iria ficar ótimo, você escreve muito bem e tem um senso de humor MARA!
Espero o próximo post .
;**

Mirelle Siqueira disse...

Milenaaaa! Nao descobri, me manda um email que dou um heito de bolar um texto e repassar as dicas no bloguinho! Vai ajudar bastante!!!

Ei Karoline, não é uma ma idéia hein? Sera que ganho dinheiro com isso? Rs, quem sabe um dia!

Beijocas meninas!

Anônimo disse...

Adorei seu texto. Mas não gosto quando vc fala mal dos brasileiros. Tenha orgulho da sua origem garota!

Mirelle Siqueira disse...

Querido anônimo, você pode por favor me dizer onde foi que eu falei mal dos brasileiros????? ainda não estou conseguindo enxergar.

bernard55 disse...

Para quem interessa mais precisamente informações sobre os nomes em Argot das partes intimas masculinas e femininas , aconselho em pesquisar no Google chamando por "Chansons Paillardes" ou ate "Chansons de Marins" e vai descobrir um rico vocabulario inexistente no dicionario comum !!!

Fernanda disse...

Oi Mirelle estou encantada com o seu blog. Vc consegue descrever muito bem a vida na França. Faço parte da comunidade Maes brasileira na França li a sua historia no forum e tive a curisidade de connhecer mais vc!
Me chamo Fernanda, Fê Ornelas (orkut)
moro na Corsega e sou mamae. Se precisar de quarquer coisa e so falar!
Obs. vc é mto bonita e inteligente parabens!

Leia também:

Related Posts with Thumbnails