sexta-feira, 19 de março de 2010

Restaurantes em Lyon: Au Vilain Petit Canard

Ha alguns dias, escrevi sobre a dificuldade que tenho tido para me adaptar à culinaria francesa. Ha quem jure de pés juntos que a danada é realmente gostosa. Então, decidi aproveitar a vida na capital gastronômica da França e ja comecei a me jogar rumo ao desconhecido. Dei um tempo para o meu paladar gordo de quem ama sal e açucar para tentar encontrar bons pratos e restaurantes charmosos em Lyon. Comecei bem: experimentando carne de pato. Fui corajosa e não me arrependi.

O pequeno restaurante, descoberto durante uma caminhada despretensiosa, logo me chamou a atenção pelos preços convidativos: 13€ pelo prato principal+sobremesa no almoço e 20€ pela entrada+prato+sobremesa no jantar. Quem preferir, pode pedir so o prato principal, custa em média 12€. Na França, isso é uma pechincha! O modo de anunciar as opções também é interessante, nada de cardapios. Os pratos são descritos em lousas que circulam de mesa em mesa cada vez que um novo cliente chega.


"Au Vilain Petit Canard" é o restaurante mais bacana que encontrei até agora em Lyon. Longe da bagunça dos pontos turisticos, é pequeno e aconchegante. Ja fui duas vezes, para o almoço e para o jantar. A noite, as velas acesas em cima das (poucas) mesas, dão um ar todo especial para o lugar. Simples e discreto.

 
A especialidade é a carne de pato, presente em todos os pratos oferecidos. Existe também um "mini-mercado" no proprio restaurante, com varios produtos para os clientes levarem para casa: conservas, patês e congelados - tudo de pato, claro! Na foto acima, da para ver a prateleira com os potes à venda. O restaurante é da familia do Benjamin, que tem também uma fazenda onde os bichinhos são criados. Tudo que é servido no "Au Vilain Petit Canard" vem de la. A carne é super macia, os acompanhamentos são deliciosos e as sobremesas também. Quem nunca comeu carne de pato pode experimentar sem medo, o sabor é parecido com os que estamos acostumados no Brasil, nada muito exotico. Destaque para o Cuisse de canard confite, DI-VI-NO!

Entradas:

Salade de 3 magrets
(alface, tomates secos marinados e lascas de peito de pato perfumadas aos sabores de laranja e mel, anis e ameixa)


Assiette de foie gras
(alface, tomates secos e foie gras com compota de figo)


Pratos:
Cuisse de canard confite
(coxa de pato ao molho agridoce com fondue de alho poro, tomates provençais, batata ao forno e creme de queijo fresco)

Brochette de magret de canard
(espetinho de peito de pato com os mesmos acompanhamentos do prato acima)

Sobremesas:

Fondant au chocolat
(bolinho de chocolate com creme inglês)

Tarte au citron meringée
(torta de limão com merengue e calda de framboesa)

Quem pintar por la, pode dizer que pegou a dica aqui. O Benjamin vai ficar contente de saber que as receitas eram realmente para o blog e não uma desculpa minha para roubar os segredos deliciosos da familia!


Au Vilain Petit Canard
41 rue Franklin-Lyon (Linha A do metrô, estação Ampère Victor Hugo)
Tel: 04 78 62 34 77 


Para conhecer outros restaurantes em Lyon, clique aqui

12 comentários:

Leonardo disse...

Superbe soirée gastronomique chérie! Meu pai e a Lindalva também adoraram!

Te amo!

Myria Cabanach disse...

Lyon nunca decepciona, me lembro dos bistrôs encontrados por acaso onde a comida sempre era divina.
Também gosto muito do pato e seus derivados.
Com certeza um lugar a guardar, esse seu.
Voila, abraço com gosto de fois gras... :p

virginia disse...

Que jóia! o resto parece ótimo e barato!!!
comi canard em paris e adorei também.
Vou testar este de Lyon depois.
beijos

carlos henrique disse...

Ufa ! ja estava ficando preocupado depois do post sobre a culinaria francesa... você ainda tem salvaçao !!! hehehehe

bela dica e belo blog

parabens

Caique

Luiza disse...

hummm que delícia... essa cara do fodant tava maravilhosaaaaa...
mimi, fiquei com saudades, vc ficou um tempinho sem postar, anda mto ocupada com o namorido, foi?

Menina, as vezes eu tb me acho uma vovo quando apresentada à novas tecnologias. Mas a gente tem q se adaptar, caso contrário perdemos nosso espaço...

gd bjooo

lu

Mirelle Siqueira disse...

Pois é amor, ainda bem que seu pai é facil de agradar grastronomicamente falando, como você!

Myria, se vc tiver dicas de restaurantes aqui me passa! To doida p conhecer outros tão bons quanto este.

Vi! Você por aqui? Que bom! Nao volte pro Brasil antes de passar neste restaurante viu? Tenho certeza que você vai curtir!

Haahha, Caique! Viu so, até pato ando comendo! Sei que você tb tem dicas boas em Lyon, me passa?

Lu, eu evito ir no seu blog pq cada vez que chego la anoto mais um lugar que preciso visitar quando estiver em paris! Vou precisar de 1 mês para conferir todas as boas dicas que você da!
Alias, poste mais sobre restaurantes, adoro!

Beijos em todos!

Anita disse...

Oie ! Amo confit de canard que meus sogros semrep trazem da Dordogne. Alias, como os holandeses sao bem internacionais encontramos pratos franceses de bom preco por aqui tambem. Amo foie gras mas acho tao cruel que nao irei comprar mais.

Mr. Lemos disse...

Vamos lá...
Primeiro, que aconteceu que vc postou, tirou o post e depois botou de novo? Tá bebendo durante a madrugada?
Adorei as lousas. Muito bacana. Tb curto o lance de não ter turista. Isso conta muito. Fiquei com dúvida sobre uma coisa: que tipo de doce de pato eles vendem? É bom isso? Vc vai me levar nesse lugar?????

Mirelle Siqueira disse...

huahauhuha! To chorando de rir aqui! So você mesmo irmão. Ninguém mais percebeu a gafe absurda do doce de pato! hahahahahah! sensacional! Publiquei quando terminei de escrever, pra ver se as fotos estavam bem colocadas, dai programei p entrar hoje de manha. faço isso direto! e é claaaaro que eu vou te levar la, é delicioso!

Anita, até hoje ainda não quis saber como é feito o foie gras. Nunca comi, nao tenho coragem, mas é pq acho nojentinho mesmo. Ja o Leo amaaaa! Na verdade eu nao gosto de carnes, acho maldate com todos os bichinhos. Mas vez ou outra eu me faço de boba e como.

Beijos nos dois!

Blog da Pandinha disse...

Mi, carne de pato é TUDO DE BOM. Qd morávamos em Portugal, comíamos sagradamente, td semana, arroz de pato. É delicioso! Qd vier ao Br, traga pato francês de presente pra mim...kkk... e não se esqueça do fígado dos bichinhos! bjs

Nat Vaz disse...

Eu sonhei ou li aqui um post sobre cidadania francesa e agora ele sumiu? Você já leu o livro "Minha Vida na França", da Julia Child (aquele que inspirou o filme Julie & Julia)? É de dar água na boca. Recomendo pra você, que quer iniciar estudos na área gastronômica. Só não dá certo lê-lo com fome. =) Bjos!

Mirelle Siqueira disse...

Ursula, acho que os bichinhos chegariam ai meio estragados. Que tal você me fazer uma visita e come-los por aqui hein?

Nat, ola! Nao li o livro, mas vi o filme, que me inspirou bastante aqui no blog e na decisao pelo curso de culinaria. Alias, otima dica para quem ainda nao viu, o filme é otimo!
Ah! o post ja foi novamente publicado, rs.

Beijocas meninas!

Leia também:

Related Posts with Thumbnails