quinta-feira, 15 de abril de 2010

Das coisas que ninguém entende‏

"Começou no sudeste brasileiro, onde os dois nasceram em diferentes estados. Ela, em Minas, que não tem mar. Ele, no Rio, que não tem ouro. Foram se encontrar no sudeste mineiro que, apesar de não ter praia, tinha Ela. Da paquera da escola nasceu o namoro. E foi o primeiro para ambos. Juntos, também experimentaram a intimidade pela primeira vez e, ao se tocarem, Ela fez dele homem; Ele fez dela mulher. Maduros no corpo mas inexperientes no amor, os então adolescentes não souberam equilibrar os sentimentos. Assim, apenas alguns meses depois, estava terminado o que mal havia começado. Foi rápido, intenso e inesquecível. Sobretudo, vale dizer, foi apenas mais uma dessas coisas que ninguém no mundo entende.

Ele se mudou para a França. A nova casa, um país do tamanho do estado de Minas, tinha mar, assim como o tinha sua terra natal, o Rio. Mas, da mesma forma que o Rio e ao contrário de Minas, a França não tinha Ela.

Com o tempo, Minas também deixou de tê-La. Ela foi morar na vizinhança de Minas e Rio, em São Paulo. E lá ficou sem ouro, sem Ele, porém mais perto do mar. Como se o consolo fosse suficiente, Ela viveu feliz, com alegrias e sofrimentos intensos, mas nunca realmente completa. Era como se faltasse o sal do seu mar.

Separados de fato e no coração, se apagaram lentamente, mas nunca por completo, da memória um do outro. Não sabiam, no entanto, que o que tiveram antes fora apenas afeição. Após anos de silêncio, encontraram-se num mar digital. Ele sozinho, como a conheceu. Ela sem ninguém, como sempre se sentiu. As ondas da praia dela se agitaram. A luz do ouro dele brilhou como nunca. Decidida a unir novamente Minas e Rio, Ela atravessou o oceano para encontrá-lo no país de mesmo tamanho do estado em que nasceu. Deixou para trás sonhos e fantasias e foi vivê-los numa terra distante. Fez tudo por vontade própria, sem que o destino tivesse papel algum na conquista de tal felicidade. E isso foi mais uma das coisas que ninguém parece entender.

O reencontro em Paris trouxe de volta belas lembranças, além de uma nova e sólida paixão. Foi forte, inesperado e arrasador. Foi curto também. Semanas depois, de volta a sua casa em Sampa, Ela tinha ao redor toda a riqueza do mar e do ouro de Rio e Minas. Mas, sem tê-Lo por perto, percebeu que trouxera excesso em sua bagagem. Além da saudade e das memórias, trouxera amor. Cheia de coragem, decidiu largar de vez a mãe, que sempre foi o mar e o ouro de sua vida, para viver o meio de uma história que começou a ser contada muito tempo atrás. Como é de se esperar quando, sem aviso prévio, um coração muda o rumo de alguém, essa se tornou inevitavelmente uma daquelas coisas que ninguém é capaz de entender.

Finalmente juntos, eles aproveitaram a nova vida para desvendar o continente das mais antigas histórias. Namoraram diante das belezas do velho mundo em momentos inesquecíveis. De Veneza a Barcelona, de Genebra a Londres, encantaram-se de verdade com o brilho dos olhos um do outro, sem realmente se importar se havia mar ou ouro por perto. Alguns lugares, entretanto, conseguiram reunir todos os elementos. Atenas, a terra dos grandes pensadores, reservou um momento impensável para os dois. Perto de um dos mais belos mares que há, Ele a propôs em casamento. Não muito tempo depois, Roma, a cidade eterna dos imperadores, que tanto ouro já guardou, testemunhou um pequeno pedaço de metal ser colocado no dedo anular direito Dela. Estava oficializada a relação. Não que precisasse ser oficial, mas o gesto foi sem dúvidas especial. Esta, no entanto, é uma daquelas coisas que ninguém jamais entendeu.

Mesmo após tantos bons momentos em diferentes lugares, os dois sempre teriam um carinho especial pela cidade que marcou o reencontro deles, 13 anos depois. Assim, no dia 15 de abril de 2010, uma cidade se iluminou para celebrar a união que nem um oceano de distância foi capaz de separar. Mais uma vez de braços abertos, Paris os recebeu - à Menina de Minas, que não tem mar; e ao menino do Rio, que não tem ouro - e testemunhou o casamento perfeito de duas belas obras da natureza. Longe de Minas, do Rio e do passado, os dois começam a viver um futuro onde um basta ao outro para se completar. Mas isso, todo mundo sabe, é simplesmente a história de Mirelle e Leonardo. Ninguém mais precisa entender."

O texto lindo é um presente de casamento. Foi escrito por um amigo que além de irmão, escreve como ninguém. Ernani meu querido, você fez falta hoje!


Léo e Mi - 1996


As fotos do casamento estão aqui

45 comentários:

Mr. Lemos disse...

Eu estive com vcs em cada segundo do dia, irmãzinha. Que o Léo seja sempre o mar da sua vida e vc o ouro da dele. Amo!

Carol Saletti disse...

Muito Amor, Paciência, Respeito, Harmonia, Perseverança, Carinho, Tesão, Lealdade, Sinceridade, União, Companheirismo...
Que vocês continuem sonhando e realizando todos os seus sonhos.
Beijos para vocês!

Carol Saletti disse...

Ah! O texto ficou MARAVILHOSO!

Blog da Pandinha disse...

Muito sexo, assim como tudo começou....rs.... ainda bem que o tempo passou, e este blog precisa de uma linda foto de hoje, pois esta do passado não condiz com a realidade... beijos, sucesso, saúde e amor!!!!

K∂riиє* Smith. disse...

Parabéns !!!!
Muitas felicidades e FOTOS !!! hahahaah
Aproveita muito, e sempre.

Beijos

Juliana Yonezawa disse...

Linda história, lindo texto...

E eu também vou fazer parte do coro: FOTOS, please!!! hehehe

Muita felicidade aos dois!!

Natalia disse...

Vixi... até chorei !! rs...

Muitas Felicidades e também peço: FOTOS !!!

bjs Nati

Natasha Ulmer disse...

Lindo, lindo, lindo!!!

lilian disse...

Texto maravilhoso!Parabéns pelo casamento!pensei muito em vcs,emiti muita energia positiva!agora,quero ver as FOTOS!BJUS!

Luciana disse...

Que coincidência! Acompanho o seu blog e hj mesmo estava pensando em te perguntar a história de vcs! Mtooo lindo o texto! Parabéns pelo casamento! Mtas felicidades para vcs, seja no Rio, em Minas, Lion ou qualquer outro lugar! :)

Thaty Tannús disse...

Linda a história de vocês!

Fernanda disse...

Linda a historia de vocês!
Parabéns pelo casamento e muita felicdade ao casal!!!

Myria Cabanach disse...

Que texto lindo, parabéns pela união. Muita felicidade pra vocês.

Gabi disse...

parabéns pelo casamento! felicidades aos dois!

Iara Fonseca Schmidt disse...

Queridos Léo e Mirelle,

que a energia amorosa acolha vocês num movimento de cumplicidade e maturidade e respeito...

que a luz violeta ilumine o caminho de vocês dois juntos - caminhando um ao lado do outro...

... e que se houverem tropeços (e terão) - que vocês continuem caminhando... de mãos dadas.

Façam dessa feliz união (formal - pois unidos vocês já estão, né?!), só mais um motivo para celebrar esse amor :)

Meus votos mais sinceros de alegria e muita luz !!!

Beijos comemorativos, Iara

ps: pensei demais em vocês na quinta ;) e já estou doida pra ver as fotos !!!

Vanessa disse...

Lindo Texto! Linda história de amor!

E que ela se reescreva a cada dia e não termine nunca :)

É muito bom saber q vc está feliz, Mi!

um bjo minha linda amiga.
Quero ver as fotos e saber de cada detalhe

bjos Vanessa Medeiros

Ana Flávia disse...

Mi, o Thiago me contou do casamento, e eu, como desfiz do orkut, vim aqui parabenizá-la por esse dia que marca um futuro cheio de realizações. De cara me deparo com esse texto lindo, lindo. Me emocionei de verdade! Que vc seja muito feliz como já está!
Grande beijo de sua amiga,
Ana Flávia.

Glau Nott disse...

Nossa q texto mais lindo e bem feito. Parabens pelo Niver de casamento!

Mirelle Siqueira disse...

Amigos e leitores queridos, obrigada pelas felicitações! Eu e o Léo estamos muito felizes e o dia foi todo especial! Estamos doidos para publicar as fotos e dividir com vocês! Logo logo elas ficam prontas e o blog mostrara em primeira mão! Que todos vocês continuem testemunhando essa historia de amor tão bem contada pelo Ernani, que eu tenho a sorte de viver diariamente.

Beijos!

Leonardo disse...

Eu ja era fã dos textos do Ernani, mas confesso que ele me surpreendeu. Fica até dificil de acreditar que eu sou o "Ele", tamanha é a perfeição com que ele descreve a nossa historia.

Te amo meu tesouro!!!

Adriana Pessoa disse...

Mirelle, minha querida ( posso chamá-la assim?)
estou aqui aos prantos...que texto maravilhoso!!!!!!!!!!
Felicidades para vocês...todos os dias dessa nova vida!
Com carinho,
Adriana

Ana Paula disse...

Parabéns pelo casamento, que tudo sejam flores a partir de agora, adorei o hotel!!!

Anônimo disse...

arrepiei...

Desejo toda felicidade do mundo p/ vcs!!!

Bjs,
Marina

ddenizot disse...

Oi Mirella,

Descobri seu blog hoje e esse texto me emocionou. Texto lindo e historia linda. Parabéns pela coragem! Admiro pessoas que constroem sua historia, sem esperar que o acaso o faça. felicidade para vocês!

Debora

Dan disse...

LINDA O TEXTO DA SUA HISTÓRIA!

PARABÉNS PELO CASÓRIO!!

TENHO UMA HISTÓRIA BEM PARECIDA COM A SUA, E LOGO MAIS ESTAREI EM LYON,...QUEM SABE NÃO TROCAREMOS UMAS FIGURINHAS, RS!

ATÉ MAIS!

Delma disse...

Que linda história de amor. Adoro histórias contadas assim. Histórias verdadeiras,simples, maravilhosas. Parabéns ao autor e aos personagens.

Yu - Fella! disse...

Linda história! Prova que o amor existe e faz bem! :)

vania disse...

Lindo!! Lindo!!! Adorei!! Parabens!!

Fabi disse...

Que história linda!!!!!!
Contada por um texto maravilhoso!
Me arrepiei quando lí!!!
Parabéns aos dois, pelo amor!!!

Vini Carvalho disse...

O texto ficou surpreendente.
Emocionante. Verdadeiro. Simples.
Poxa, que história linda!

Ana Lima disse...

Lindo querida!!! Sou pernambucana, namoro um francês que reside em SP. Ele, um fiel representante da cultura, sem grandes apelos emocionais, casamento etc. Eu, uma sagitariana, livre, pouco romântica, independente e desapegada. Para piorar, dois alucinados pelo próprio trabalho. Mas, como algumas coisas sempre dão errado, rs, descobrimo-nos ha pouco como dois apaixonados, vivendo uma divertida, intensa e contagiante paixão. Confesso... Tão linda sua história que eu até me imaginei dando um fim a esta ponte aéra nacional que vivemos hoje em dia e quem sabe até de vestido de noiva em frente ao cartão postal parisiense... :-) No final da vida, o que sobra é a quantidade de amor que conseguimos acumular em nossa existência, porque é a partir deste sentimento que tudo o que é nobre nos aflora!! Desejo tudo de melhor. Parabéns. Abs.

Fernanda disse...

Nossa que lindo! Fiquei emocionada quando li! Parabéns! Amar é muito bom, sejam felizes!

anagraice disse...

Acabo de descobriri o blog...
mais que lindas plaavras, linda historia.... estou emocionada!

Felicidades!!!

Paula disse...

Que presente!!!Texto perfeito!!!
Amei de paixão seu blog!!!

Anônimo disse...

Nossa.. maravilhoso.

Parabens pelo blog e parabens ao Ernani pelo belo belo texto/poema.

Abracos, Sophie

Tati M. disse...

Oi Mirelle,
Lindo, lindo, meu olhos se encheram de lágrimas.

Descobri seu blog hoje através da Karine (Ká.entre.nós) e como sou compulsiva estou lendo desde o primeiro post e adorando.

Acho que até amanhã chego no último :)

bj,

Ingrid disse...

Chorei.

Fabiane Azambuja (fabiazambuja@tj.rs.gov.br) disse...

Oi Linda!
Há tempos venho acessando diariamente o blog. Parabéns pela coragem de seguir seu coração.
Bj, Fabi - Porto Alegre - RS.

Outros Ares disse...

Mirelle,

Conhecia você somente através do twitter, e não entendia o motivo se ser 13anosdepois.

Algumas vezes visitei o seu blog, e observei que tinha várias postagens da França.

Entretanto com a idéia maravilhosa da Claudia Beatriz da Blogagem coletiva - Meus 7 links, cheguei até você! Estou lendo todos os textos indicados.

Chorei !!! Linda a história de vocês, apaixonante,e seu irmão soube passar isto de forma emocional e envolvente!!!!

Beijo grande,

Érika Marques
@vejaoutrosares

Chorei

Bruna disse...

Que texto lindo! Acredito que o melhor presente de casamento! A história contada com amor. Sucesso!

pensandoemfamilia disse...

Uma história de amor com final feliz, que desejo que se tenha mantido..
Vim conhecer através do que sinalizaou na sua blagagem. Não estou participando, só bisbilhotanto a partir do blog da amiga Valéria.
bjs
Prazer em conhecê-la.

Manoela Baltar disse...

que história linda, que vida maravilhosa! parabéns aos dois, por tudo, que continuem sendo muito muito felizes. vou passar 6 meses em Lyon a partir do mês que vem e descobri seu blog, agora sou uma nova fã :)

Luíza disse...

uau!!!

Cler disse...

Oi Mirelle, adorei o seu blog.Uma história muito linda. Me identifiquei muito com a sua história, não apenas por vc esta atualmente me Lyon, mas também por aquelas coisas inexplicáveis que, como vc mesma disse, acontecem em uma fração de segundo e mudam a nossa vida. Eu conheci o meu namorado a três anos atrás, quando por acaso entrei num pub em Vancouver. Eu brasileira de salvador, ele francês de Lyon. Duas semanas depois voltei para o Brasil e ele 6 meses depois para a França. De la pra ca, estamos entre idas e vindas, Brasil-França. Recentemente terminei o meu doutorado e agora estamos naquele momento de decisão. Eu ir pra França ou ele vir para o Brasil. A primeira opção nos parece a melhor, mas eu estou com aquele frio na barriga, sem saber como será a vida por ai. A questão do trabalho é o que mais me preocupa, pois a vida na cidade me agrada muito. Mas como sou farmacêutica, sei que o meu diploma não tem validade por ai, e que teria que fazer, talvez mais que um ano de curso se quiser validar o diploma. Queria saber as experiência nesse campo, como é para um estrangeiro trabalhar por ai? Depois de tanto tempo de estudo entre graduação, mestrado e doutorado, não queria ter que recomeçar..
Obrigada.

Tailinha disse...

Fiquei encantada pela história de vcs,quando é para acontecer o universo conspira a favor..

Leia também:

Related Posts with Thumbnails