segunda-feira, 5 de abril de 2010

Restaurantes em Lyon: Le bouchon de l'opéra

Trata-se de uma experiência unica. A começar pelos pratos, talheres e guardanapos cheios de personalidade sobre as mesas, nenhum é igual ao outro e quase todos são comprados em brechos ou mercados de pulgas. Stéphan Tarare, o chef-proprietario, brinca ao contar que alguns clientes olham torto para os garfos achando que estão sujos. Engano, tudo no "Le bouchon de l'opéra" é inacreditavelmente limpo. A decoração do salão é feita com utensilios e objetos beeem antigos, justamente o que faz dele um restaurante tão charmoso.

O "Le bouchon de l'opéra" não é o tipo de lugar que você vai SO para jantar, é um passeio gastronômico completo, cheio de boas surpresas. O chef prepara todos os pratos aos olhos dos clientes, com uma agilidade de fazer inveja a qualquer um. As mesas mais disputadas são aquelas que ficam bem ali, na cara do gol. Poucos sortudos tem o prazer de conseguir se sentar tão proximo ao sr.Tarare, o chef de cuisine mais maluco que ja conheci.

Nada de garçons, apenas sua filha da uma força nos dias de maior movimento. Nos outros, ele faz questão de receber os clientes, anotar os pedidos, ir às mesas quantas vezes forem necessarias para explicar (de maneira engraçadissima) cada prato estranho que ele serve. Dai vai para a cozinha e prepara as refeições, volta e serve todo mundo, lava a louça e deixa tudo limpo, volta às mesas e conversa mais um pouco, conta piadas e -ufa!- abre o maior sorrisão quando recebe elogios sobre a comida deliciosa que prepara.


Mas não pense que no começo foi facil para mim. Quando um casal de amigos nos convidou para conhecer a comida tradicional de Lyon, fiquei apreensiva. Intestino de porco, estômago de boi e linguiça de miudos fazem parte do cardapio tipico lyonnais. Olhei para o menu e tive vontade de fugir para pedir uma pizza. Fechei os olhos e sem pensar, escolhi um frango de nome estranho. Foi assim também com os meus sogros, que estavam de férias em Lyon e nos acompanharam nessa descoberta corajosa. Escolhemos pratos tipicos lyonnais que eram mais comuns ao nosso paladar brasileiro. A conversa agradavel com os amigos foi me fazendo esquecer o que vinha pela frente e acabei relaxando.

Quando a comida chegou, todos ficamos surpresos: era boa! Boa mesmo, de fazer o pão deslizar facil pelos pratos recolhendo as migalhas que ficavam para tras. Manteiga, temperos, carne suculenta, muito diferente dos restaurantes turisticos que jogam tudo no microondas. A formula prato+sobremesa ou entrada+prato custa 21€, entrada+prato+sobremesa custa 23€. Não ha lugar melhor para experimentar as comidas estranhas dessa cidade linda.

Entradas:

Salade lyonnaise
(alface,bacon frito, croutons e ovo poché)

Gaude au queues d'écrevisses et volaille
(sopa de milho com pedacinhos de camarão e frango)



Pratos:

Cuny au St. Marcellin
(filé ao molho de queijo)


Quenelle de brochet maison
(massa com sabor de peixe e molho de frutos do mar)


Volaille fermière aux morilles
(frango com cogumelos ao molho)

Sobremesa:


Tarte tatin avec sa confiture de Beaujolais nouveau
(torta de maçã com sorvete de creme e geléia de vinho)

Uma dica: não apareça por la se estiver com pressa. Todos os molhos, caldos e pratos são preparados na hora. Como existe apenas uma pessoa para fazer tudo, é impossivel que a comida chegue em menos de 30 minutos. Para comer pratos artesanais bem feitos, é preciso paciência. Passamos 3 horas no restaurante e juro que nem sentimos o tempo passar. Para os fins de semana, faça reserva com antecedência. O restaurante, que não fica em nenhuma rota turistica, vive lotado. Recomendo.




Le bouchon de l'opéra

11, rue des Capucins (Linha C do metrô, estação Croix Paquet)
Tel: 04 78 28 49 47


Para conhecer outros restaurantes em Lyon, clique aqui.

17 comentários:

Leonardo disse...

Esse é o melhor Bouchon Lyonnais que ja conheci, não so pela comida, mas pelo show do cozinheiro. Da um banho nos bouchons pega turista que temos por aqui.

Alias que vontade de comer aquele Cuny com St Marcellin...

Vamos voltar la agora amor?

carlos henrique disse...

Bela dica, continue com as criticas gastronomicas !! Com esse, ja tenho dois restaurantes pra ir (o outro de pato ja esta na lista).

Perto desse restaurante tem um bar com "cadeiras" estranhas hehehe vc se senta no chão, em almofadas, ou em um lugar onde todas as "cadeiras" sao de temas de agua (pscina, etc)... a gente passou na frente na festa das luzes, parece ser bem legal.

té mais

CH

Mr. Lemos disse...

Puta achado, irmã! Adoro lugar roots assim! E os pratos são gostosos até na foto! Tá na minha lista... bjosssss

- disse...

Hmmm... pelas fotos parece delicioso! :)

Glenda Dimuro disse...

Esse - sou eu!

Mirelle Siqueira disse...

Amor eu volto la quando vc quiser! Principalmente agora, que finalmente publiquei o post sobre o restaurante! O cara ja tava pensando que eu so queria roubar ideias para o meu proprio restaurante, rs.

Po Caique, demorou pra gente ir conhecer esse lugar de cadeiras estranhas, vamos dar um pulo la e conferir?

Irmao, daqui a pouco vc vai precisar de um mês em Lyon, tamanha é a sua lista!

Hhahaha, Glenda estranhei esse tracinho ai! Eh gostoso sim, vc precisa conhecer Lyon logo!

Beijocas em todos!

ALVES DE MORAES, Gustavo disse...

Alguém esqueceu de contar a anecdote da noite: M. TARARE e sua filha informam a cada vez que servem o prato que ele esta BEM quente. 0 prato de uma escritora de blog foi servido dessa maneira, mas a secura por uma foto fez a mesma querer ajeita-lo e voilà, dedinhos queimados, barulho de pratos se batendo e M. TARARE que ri na sua cozinha e manda um classico EU AVISEI!!! Isso vc nao conta, né?

Bom, espero que tenham gostado mesmo (nao precisa escrever que gostou so pra agradar nao, viu?), até pq confirmo que a tua cara olhando o menu nao era muito agradavel, fiquei até pensando que tinha escolhido mal o lugar para jantar...

O tal resto com as almofadas é um salon de thé, é mais estilo lounge, o povo vai pra bater papo, fumar chicha, beber cha e até come algo as vezes... Muita gente faz isso em casa tb.

K∂riиє* Smith. disse...

Adoro seu blog. (não sei se já te falei isso)...
Tambem escrevo para o Brazil com Z e sempre venho aqui dar uma olhada.
:)

Estou decidindo o destino da minha Lua-de-mel e tenho adorado as criticas gastronomicas que tenho encontrado nos blogs que eu leio, afinal, comida é um fator bem importante para o sucesso de uma viagem, não é não?

Posso te linkar ao meu blog?

:D

Mirelle Siqueira disse...

Hahahah! Boa Gu! Eu deixei pra você contar, afinal vc conta historias engraçadas muito melhor do que eu ne? E nos amamos o restô! Senao, eu nem postaria aqui! Sobre o salon de thé, é tipo aqueles da Guillotiere? Se for, eu dispenso...Rs

Beijos!

Mirelle Siqueira disse...

Oi Karine, que coincidencia! Ontem mesmo eu tava fuçando o seu blog! Claro que pode me linkar, vou fazer o mesmo com o teu blog.

Ah! Meu melhor amigo (mais pra irmao do que amigo) mora em Dublin tb, o blog dele é minha inspiração para escrever o "13 anos". Ele se chama Ernani e o blog é o www.madrugaemclaro.blogspot.com

Fuça la! Você vai gostar!

Sobre a lua-de-mel, ja decidiu????Se vier pra França, coloque Lyon no roteiro, rs!

Beijos!

ALVES DE MORAES, Gustavo disse...

Esses da guillotièrre eu nao conheço, mas deve ser no mesmo estilo, tendo em vista que é uma tradiçao do Maghreb. Geralmente é de gosto um pouco particular, ou seja, tem quem goste e quem odeie. Nos fomos nesses de hotel, na tunisia por exemplo, a Nat gostou mas eu nem tanto assim...

Leonardo Blanco dos Santos disse...

Que delícia esse lugar!
Esses restaurantezinhos são realmente um achado. Em Coimbra, há um que eu adoro, o Quim dos Ossos, que também é super familiar e simpático.
E o outro dia em Lisboa, que fui jantar em um que a própria cozinheira vinha ao meio do salão para cantar fado??? Amei!
Só não gosto da idéia de ter que esperar meia hora para comer... kkk
Bjs,

Amanda disse...

Nossa, fiquei morrendo de vontade! Se passar por Lyon, ja sei por onde começar!

Amanda disse...

Uau Mirele, que honra! Eu li uns post seus e tbm adorei seu jeito de escrever! Voltarei sempre. Beijos!

Mirelle Siqueira disse...

Ah Gu, então acho melhor a gente procurar outra opção ne nao?rs

Leonardo, daqui uns dias estarei em Coimbra, vou pedir minha mãe para me levar nesse restaurante que vc recomendou! Me diz onde é?

Amanda, adoro o seu blog! Que bom te ver por aqui! Volte sempre e venha logo visitar Lyon, a cidade é linda e esse restaurante é mesmo uma delicia!

Beijocas em todos

Ana Paula disse...

Anotei e vou conferir na vacances de printemps na semana que vem. COnhecei varios buchons lyonnais quando morei em Lyon porque meu marido adora gastronomia, mas esse eu não conhecia..

Merci,

Mirelle Siqueira disse...

Olha so, até vc por aqui Ana? Que honra!

Va sim nesse buchon que vc vai adorar, pega a dica do restaurante de pato aqui no blog, ele tb é muuuito bom! Aproveite bem sua estada em Lyon e volte mais vezes para comentar no bloguinho.

Beijos

Leia também:

Related Posts with Thumbnails