terça-feira, 14 de setembro de 2010

Restaurantes em Lyon: Brasserie L'Est

Estou começando a fazer as pazes com a cozinha francesa. Não que ja sejamos intimas - estamos longe disso! Mas os progressos são nitidos (embora o processo seja lento). Descobri que para um prato ser bom, ele precisa ser extremamente bem feito. E não venha me dizer que isso é obvio, não é! Existem misturas tão gostosas que mesmo mal feitas fazem sucesso. Meu arroz com feijão é prova disso. Mas as comidas francesas são estranhas e se não forem preparadas pelos mestres da culinaria, não descem.

Infelizmente, pratos elaborados por grandes chefs e servidos em restaurantes renomados são caros. Então não tem escapatoria minha gente, para comer bem na França é preciso abrir a carteira! Como eu não tenho verba para encher a pança todas as semanas nos restaurantes estrelados, continuo não gostando de muitos pratos que experimento por aqui. Mas Papai do céu olha por mim, então vira e mexe pinta uma oportunidade de comer muito bem, pagando pouco.

Semana passada o destino sorriu para nos quando conseguimos duas vagas no Restaurante Experimental do Centro de Pesquisa do Instituto Paul Bocuse. Ja falei aqui sobre este restaurante, onde os alunos colocam em pratica o que aprendem em sala de aula para o deleite de alguns poucos sortudos. Aperitivo + entrada + prato principal + sobremesa + vinho + agua + café por 20€, uma pechincha! Desculpa não fotografar dessa vez, estavamos com o chefe do Léo e fiquei com vergonha de sacar a câmera da bolsa, mas juro que vi meu marido comer pé e orelha de porco lambendo os beiços (embora com uma pontinha de pena do bicho). Foi então que descobri que realmente é possivel saborear qualquer tipo de comida, desde que ela seja preparada com alimentos frescos e com as técnicas apropriadas.

Como os alunos do meu amigo Paul so servem a clientela duas vezes por ano, o jeito é correr para uma das brasseries do mestre para encontrar comida de qualidade com preços interessantes. Foi o que fizemos com o Vânio, um colega de empresa do Léo que mora no Brasil e estava em Lyon à trabalho. Ja contei para vocês que em Lyon existem cinco brasseries do sr. Bocuse e que cada uma tem cardapio e conceito diferentes. Minha experiência na Brasserie Nord não foi das melhores, mas na Brasserie L'Est foi diferente. O ambiente é bem mais descontraido e o cardapio tem mais a ver com o meu paladar. No Est a especialidade é a cozinha de viagens, ou seja, sabores menos regionais e mais internacionais.

O restaurante fica no 6° arrondissement (o distrito mais chique da cidade) e foi construido em uma antiga estação de trem, a Gare des Brotteaux - que virou monumento historico graças a sua arquitetura incrivel! Os preços são altos, mas o 'menu do dia' é super acessivel: entrada + prato ou prato + sobremesa por 19,90€ e entrada + prato + sobremesa por 22,90€. Escolhemos o menu com 3 opções e pude degustar mais uma vez a minha sobremesa preferida.

Entradas:

Confits de légumes Niçois: courgettes, aubergines et poivrons avec fines tranches de jambon cru et grissini
(conserva de legumes de Nice: abobrinha, beringela e pimentão com fatias finas de presunto cru e biscoito)

Terrine de jambon persillée tradition, avec salade vert et condiments
(patê de presunto com salsinha, salada e condimentos)

Pratos:

Filet de saumon de Norvège à l'oseille avec epinards frais en branches et pommes vapeur
(filé de salmão com espinafres frescos em ramos e batatas ao vapor)

Cochon fermier rôti à la broche "taillé dans le carré" avec pommes purée maison et jus ménagère
(leitão assado no espeto com purê de batatas e molho caseiro)

Sobremesas:

Gaufres grand-mére chantilly et chocolat
(waffer da vovó com chantilly e chocolate)


Meringues légères, glace vanille et chantilly
(suspiros com sorvete de creme, calda de chocolate e chantilly)



Brasserie L'Est
14, Place Jules Ferry
(Linha B do metrô - estação Brotteaux)
tel: 04 37 24 25 26



Para conhecer outros restaurantes em Lyon, clique aqui.  

18 comentários:

Leonardo disse...

Amor,

Esse post me deixou, mais uma vez, com agua na boca. Realmente tivemos muita sorte com o L'Est. Não é sempre que a entrada, o prato e a sobremesa são tão bons no mesmo restaurante.

Além das outras Brasseries do Bocuse, nos temos que experimentar o Le Splendid (do Chef Georges Blanc) que fica quase na frente do L'Est. Dizem que é muito bom também.

Te amo

Maga. disse...

Dá p ver porque os franceses são magros, um pouquinho de verde, o prato principal e um pingadinho de molho no prato.Claro, tudo mto chic e bem decorado.Uma obra de arte no prato, né Mirelle?
Mas vcs estão mto chics mesmo, com este chef famoso...
Pra mim foi o mais dificil na hora de escolher as comidas, n entendia os pratos.Uma semana foi suficiente p ter saudades do feijão c arroz( q nem era o meu forte).rsss
De qq forma, dá vontade de experimentar tudinho.

carlos henrique disse...

Essa Brasserie é boa mesmo... comi la uma unica vez... a unica coisa que nao gostei muito de la é que de noite (la pelas 20h) fica muito cheio, e o barulho é muito alto (pessoas falando, o trenzinho que circula todo o restaurante, etc.) e é tipo os de churrascaria no Brasil hehehe (mas esse é o lance de brasserie tb)... e comer com barulhada nao é muito legal... mas a comida é otima....

tem um restaurante que divide parede com a Brasserie L'Est, nao me lembro o nome, mas dizem que é muito bom também.

ahhh o Bocuse nao é mais "dono" (na verdade socio majoritario) das Brasseries... agora o Monsieur Fleury (seu braço direito)é que é majoritario.... foi um banco que comprou grande parte das açoes do Bocuse...

Mirelle Siqueira disse...

Oi Caique! Pois é, to sabendo que o Bocuse saiu, mas as receitas continuam tendo um dedinho dele e o nome continua firme e forte ne? Sem falar que as fotos dele continuam enfeitando os saloes das bresseries, por isso continuo falando que sao as brasseries do sr. Bocuse. Mas sabe que o que eu gostei la foi justamente a barulheira? Por isso eu disse que o ambiente é mais descontraido! No nord parecia enterro! La, me senti mais no Brasil, mais a vontade! Foi o primeiro restaurante na França onde ouvi tanto barulho! heheheh

bjo!

Mirlene disse...

Filha,
Fiquei com vontade de experimentar todos os pratos e sobremesas. Só irei a Lyon quando você me prometer que tem reserva para este restaurante.
Beijo, te amo

Mr. Lemos disse...

Eu adorei o porco, mas tenho certeza que sua cunhada japa vai ficar de olho no Gaufre... Pior que ainda é hora do café da manhã e eu já tô com fome de feijoada. Thanks, irmã...

Mirelle Siqueira disse...

hahahaha, jantar no L'Est prometido pra mãe e pro irmão com a cunhada!

Tadinha da senhora mãe, quando veio eu nao conhecia bons restaurantes e a senhora comeu mal ne? Toda vez que conheço lugares bacanas como este, logo falo pro leo: temos que voltar com a minha mae!!!

beijos, amo vocês!

Jessica disse...

Oi Mirelle,

Há tempos não comento, mas continuo acompanhando o blog sempre.

Preciso confessar que antes de ir pra Paris agora em julho ficava morrendo de medo de não gostar da comida da França por causa do que lia aqui no blog.

Mas eis que me surpreendi e descobri que meu paladar se adaptou total e completamente a tudo que comi! E digo isso de tudo mesmo, desde o que comi em restaurantes melhorzinhos ao que comi no "boteco" da esquina...

Fez muito calor na semana que estive aí e comi muitas saladas e o que mais me encantou é que todas eram MARAVILHOSAS! E, sinceramente, sou uma pessoa que odeio saladas. Só como em casos de extrema necessidade de dieta. Mas as daí eram tão deliciosas... Descobri que se morasse aí ia ser magrinha e muito feliz! Poderia me alimentar de saladas todos os dias que não ia sentir a menor falta de qualquer fritura existente.

Fora isso, também fiz questão de experimentar tudo que fosse bem diferente e nunca tivesse comido. Comi escargot, pato e pé de porco e adorei todos eles, em especial o escargot e o pato! O foie gras já conhecia e fiz questão de comer em todos os lugares que ia. Mas também comi ostras, camarões, caranguejos, uns caramujos do mar e achava tudo muito, muito bom.

E isso sem contar com os croissants e os iogurtes com mel de diversas regiões da França que haviam no café da manhã, sem contar com os macarrons de todas as patisseries que passei, sem contar com os mil folhas e os eclairs, e, obviamente, sem contar com os queijos que são imbatíveis!

Enfim, o que quero dizer é amei a comida daí e se você topar podemos combinar de fazer um tráfico de comidas :). Levo comidas 100% brasileiras pra você e você me manda todas essas iguarias francesas em troca... ;)

Mirelle Siqueira disse...

hahahahha! jessica eu AMEI a proposta! Topo sim esse trafico de comidas! Mas na verdade é bem isso mesmo, no primeiro post que escrevi aqui falando das comidas francesas eu deixei bem claro que EU nao me adaptava pq meu paladar que era todo torto, gostava de coxinhas e feijoada e nao curtia as comidas lights daqui, lembra? O nome do post é "blasfêmia contra a cozinha francesa", assumi totalmente a culpa por nao me adaptar às comidas daqui!

mas tb ja conheci outros brasileiros que nao gostam de jeito nenhum, em compesaçao, outros varios, amam! Acho que é questao de paladar mesmo, o que nao da p negar é que os habitos alimentares deles sao diferentes dos nossos, entao ou se ama, ou se odeia! Nao é como ir a portugal ou espanha e italia, onde as comidas se parecem um pouco!

mas fico contente que vc se deu bem! tenho certeza que daqui uns 20 anos eu tb vou ter me adaptado! heheeh

bjim!

Jeni disse...

Gente, o que são aquelas entradas? Pra quem está com muita fome não dá né...O povo frances precisa conhecer a comida dos brasileiros que são de lamber os beiços!
Mas admito que simpatizei com o leitãozinho e simpatizei mais ainda com as sobremesas! ahaha

beeijos
ótimo post mais uma vez.

K∂riиє* Smith. disse...

Mi, tem restaurante vegetariano em Lyon?
Ontem vi uns pacotes turisticos aqui em Dublin pra aí pela primeira vez, quem sabe não é a nova cidade da moda? Eu como pessoa chique que sou tenho que dar o ar das graças first!

Olha aqui, ano novo na Irlanda? Só se for pra celebrar intimamente, pq nem fogos tem aqui! hahahah

Glenda Dimuro disse...

Hmmm...as fotos deram água na boca!
Mas ao contrário de vc, eu gosto da comida francesa! Pelo menos todas as vezes que andei por ai eu gostei bastante... só a carne que é 8 ou 80, ou crua ou torrada!
Beijos!

Priscilla Aranha Pinheiro disse...

Huuum, que delíciaaaa!
Fiquei com água na boca ao ver a foto do salmão!
Deve ser tudo mt gostoso!
Obrigada por mais essa dica!
Lyon e seus restaurante que me aguardem!
;]
Beijão, Sá! Eu já tava com saudade de ver um post seu!

Mirelle Siqueira disse...

concordo com vc jeni, nossas comidinhas sao as melhores do mundo!!

ka do céu, que cabelo loiro é esse? vc pintou? pode vir pra lyon tranquila que a gente arruma uns pratos sem bichinho morto p vc papar, prometo!!

glenda, vc é outra que tem paladar francês ja! ai ai ai , essas minhas leitoras me desmentindo! gente, eu juro que as comidas aqui nao sao boas como as nossas...snif.

Oi Sa! to sempre na area, rs. Lyon te espera firme e forte! agiliza o processo e corre pra ca!

beijocas meninas

Tatiana disse...

Nossa...Mi , fiquei com agua na boca so de ver essas fotos!!
Lembro quando tinha 18 anos e fui visitar meu tio em Paris, ter comido o melhor "Steak et Pommes frites" da minha viiiida...em um restaurante pequinininho no meio da rua. Ja tem aaanos isso, e eu lembro como se fosse ontem!!
Nossa, essa oportunidade que voces tiveram foi dos Deuses!!!Imagino o sabor... e por esse preço???
Deliiicia...
Bjs!!

Hismênia disse...

Esses pratos tem que ser bemm saborosos mesmo, porque eu, brasileira e mineira que sou, acostumada a comer churrasco, arroz, feijão e batata frita, acho que passaria fome viu...hihihi...
beijos

Anna disse...

Oi Mirelle, tudo bem?

Sou brasileira também e acabei de me mudar para Lyon.
Gostaria de saber mais informações sobre a abertura do instituto Paul Bocuse, como eu faço para ir comer lá... quais são as datas de abertura, você sabe?
Obrigada.
Abs,
Anna.

Vanessa Mariano - Néssy disse...

Oi Mirelle! O resutaurante experimental que vocês foram é o "le Living Lab" restaurant expérimental Ecully? Fiquei a fim de ir, sou formada e apaixonada por Gastronomia.

Leia também:

Related Posts with Thumbnails