quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Queijos franceses - Mont d'Or

Diz a lenda que francês tem 365 tipos de queijos, um para cada dia do ano. Ou seja, não faltam opções para substituir o meu preferido: o queijo minas, que eles não fazem. No café da manhã, o Léo come fatias de camembert com pão, enquanto eu prefiro o tradicional queijo quente com mozzarella mesmo. Nas saladas usamos o emmenthal e nas sobremesas, o saint marcellin. Toda vez que rola uma soirée em casa, o Léo corre para o supermercado e enche a mesa de comté, tomme de Savoie e de buche de chèvre, ideais para serem servidos como aperitivo.

Cada região da França produz tipos especificos de queijos: o brie de Melun é feito na região parisiense, na Corsega se produz o niolo e o roquefort vem do Massivo Central, por exemplo. São dezenas de queijos de vaca, de ovelha e de cabra para agradar todo tipo de paladar. Dificil é escolher entre eles, dai acabamos comprando sempre os mesmos aqui pra casa. Mas dia desses, a Dé também falou sobre queijos no blog dela e comentou sobre o mont d'or, um queijo fabricado no Jura (uma região que faz divisa com a Suiça e a Alemanha), que ela achou delicioso. Fiquei curiosa e prometi experimentar. Convidei nossos compadres para se aventurarem no test-drive com a gente e fiz como a Dé ensinou: levei a caixinha ao forno e, ja derretido, comemos o queijo a colheradas com batatas e charcuteries (frios como salames, presuntos, etc.). Foi uma surpresa agradavel, porque ele é realmente muito gostoso. O unico problema é que ele fede na geladeira. Tipo, muito!



Dizem, alias, que casa de francês fede não por falta de limpeza, mas por causa dos queijos que ficam na geladeira. Eh bem possivel. O mont d'or ficou 3 dias na minha e deixou a casa toda com cheiro de comida estragada. Ele pertence ao grupo dos queijos moles de crosta dura, que são os mais fortes (no gosto e no cheiro) e os preferidos dos franceses. No começo eu estranhava quando algum amigo abria a geladeira e o cheiro forte tomava conta do ambiente. Se tiver oportunidade, faça o teste! Abra a geladeira de um francês e veja se você não vai encontrar um tipo de queijo la dentro, no minimo! A paixão é tamanha que eles so se sentem vivos se tiver (além de pão e agua) queijos servidos em todas as suas refeições - do mais informal piquenique ao mais requintado jantar, como bem escreveu Ricardo Corrêa Coelho no livro "Os Franceses", que o blog esta sorteando.





Atualizando: Quem ganhou o livro "Os franceses", de Ricardo Corrêa Coelho, foi a Raissa Ribeiro, de Natal - RN. Parabéns Raissa! O livro é uma delicia, tenho certeza que você vai gostar. A todos os outros que participaram do sorteio, obrigada!

41 comentários:

Leonardo disse...

Amor,

O Mont d'Or é muito bom mesmo, ainda mais quando assado com um dente de alho e um gole de vinho branco como fizemos hoje.

Sobre o cheiro que colou nas paredes da geladeira, eu prometo que da proxima vez eu so compro no dia que a gente for comer, ta? :D

Bjos

Lara disse...

Mirelle,
Amo, amo o seu blog.
Amo pq morei em Paris e morroooo de saudades da França, dos franceses, da língua, dos vinhos e também dos queijos fedidos!!!
Do lado da minha casa tinha uma Fromagerie e nos primeiros dias morando lá eu super odiava o cheiro...depois acostumei e amava.
Também adoro a forma como você escreve, os lugares que você visita e tudo mais.
Só tenho uma BAITA reclamação!!! Seria pedir demais liberar - de novo - blog para ser lido no Google Reader???
É que eu, egoisticamente falando, leio uns 30 blogs por dia e só consigo manter as leituras em dia através do Reader.
Beijos, Larisse

Mirelle Siqueira disse...

Oi Larisse, obrigada! Mas veja so que bacana foi cortar o google reader, fez você vir até aqui!:D

Eh que faço o blog com tanto carinho e busco interagir o maximo que posso com os meus leitores. O mesmo prazer que vocês sentem lendo os meus textos, eu sinto lendo os comentarios de vocês. Eh uma troca justa, não?

Mas vou pensar com carinho no seu pedido, juro!

Beijos!

Anônimo disse...

This is such a great resource that you are providing and you give it away for free. I enjoy seeing websites that understand the value of providing a prime resource for free. I truly loved reading your post. Thanks!

Fernanda disse...

Ola Mirelle,
O mond'or é muito bom mesmo, ele é fabricado na minha região (franche-comté). Além do mond'or e do comté, temos também a cancoillotte, não sei se vc ja experimentou. Ele é molinho que nem o requeijao. Pode ser comido frio, ou quente com batatas, salada e uma saucisse de morteau (assiette franc-comtoise). Fica a dica!
Abraços!!!

K∂riиє* Smith. disse...

Descobri que tenho alguma coisa de francesa na veia, sabia! Eu sou louca, alucinada, apaixonada por queijo, tanto é, que em restaurantes por aqui ao invés de pedir como sobremesa algum doce, prefiro sempre tábua de queijo!
Você deu um fim lindo ao seu fedorento!

beijooo com cheirinho de pasta de dente!

Mr. Lemos disse...

Irmã, eu tb sou filho de mineiro e concordo contigo: o melhor do mundo vem mesmo da terrinha. Mas, tirando o Minas, não tem muito queijo que preste no Brasil, né? Até vale ter a geladeira com cheiro estranho pra ter um queijo de verdade em casa...
bjos famintos

Brenda Tavares disse...

Eu sou meio chata pros queijos, mas fiquei curiosa sobre esse. Ja havia visto uma reportagem do globo reporter falando de queijos, e tinha justamente uma familia levando um desses ao forno.
Qto ao cheiro na geladeira, vc por acaso ja viu umas bolinhas para colocar dentro da geladeira, vendidas no supermercado, que absorvem os odores? Menina comprei umas pra mim, elas sao otimas, a geladeira fica sempre neutra, sem cheiro algum!!
Ja que vc citou tb a mozzarela, tenho que assumir a minha louca paixao por ela!! E me encontro exatamente na zona produtora da melhor mozzarela da Italia... que chato!!! :D
Bom dia!!!

Bel! disse...

Ai, juro que ontem quando vi essa fotinho da batata com queijo postada pelo twitter senti um desejo imenso de raclette...explico: como boa descendente de suíços que sou, e aproveitando o clima geladinho lá de Curitiba, tenho o hábito desde pequenininha de, no inverno, ter pelo menos uma raclette ao ano, daquelas caprichadas, com mil acompanhamentos e vários queijos diferentes...
Mas adorei a teoria da geladeira e do cheiro forte, quando visitar a casa de um francês, farei o teste!
Fugindo um pouco do assunto, super concordo com o seu comentário sobre o Google Reader, dá um desânimo escrever posts caprichadinhos e ninguém comentar, =( - momento desabafo off.
beeijos

Flora disse...

damasco seco recheado com brie
bruschetta
batatinha bolinha com alecrim e alho batidinho
berinjela de forno aquela famosa com uva passas , cebola e pimentão
pernil acebolado servir com pão
carne seca desfiada
camarão a paulista
vinagrete de polvo
bolinho de bacalhau
casquinha de siri ou bacalhau ou camarão
Carpaccio

Flora disse...

Mirelle, aceite minhas opções pra sua reunião na sexta-feira.
Boa sorte.

Mirelle Siqueira disse...

Amor, desse jeito você entrega que o cozinheiro aqui de casa é você! Eu me esforço pra passar uma imagem de boa dona de casa e vc destroi tudo, rs. Sem falar na suas bruschetas que comemos de entrada hein? Otimas!

Oi Fernanda, dica super anotada. Vou ver qual é a desse queijo ai e volto pra contar!

Ka e Ernani, ja sei o que levar de presente pra vocês quando eu for pra Irlanda! Vou escolher um dos mais fedidos pra ver se vcs curtem mesmo esses queijos franceses.

Brenda do céu, que produtinho milagroso é esse? Sou uma dona de casa muito recente, ainda não conheço esses truques basicos. Mas se funcionar mesmo, ja saberei o que dar de presente nos aniversarios dos amigos françolas! ;)

Bel, você é muito chique menina! Come raclette desde pequena!? Acredita que to aqui ha mais de um ano e ainda não experimentei? Desse inverno não passa!

Flora, você quer me matar é? Primeiro de saudade desse monte de coisas gostosas e segundo de trabalhar mesmo! Onde é que eu vou arrumar tempo e matéria prima para fazer todos esses quitutes para os meus esfomeados?

Aos outros leitores, explico: é que na sexta o pessoal vem fazer uma soiree em casa e pedi para os meus seguidores no Twitter me ajudarem a pensar no que servir aos meus convidados. Queria coisas faceis de fazer e com gostinho de Brasil, mas so me sugeriram pratos trabalhosos como coxinha, strogonof, pastel, etc.

Eu ainda não sei cozinhar gente, acho que vou de chips mesmo!

:D

beijocas em todos!

jacqueline disse...

Oi Mirella!
Primeira vez q comento aqui! Adoro seu blog, leio sempre. Me chamo Jacqueline e moro em Milao, te escrevi algumas vezes no email blog13anosdepois@hotmail.com mas nao tive resposta, nao sei se vc leu ou nao... se vc nao recebeu, poderias me dar um 'alo' por aqui, daì te escrevo novamente! Um abraço, Jacq

ALVES DE MORAES, Gustavo disse...

So posso começar o comentario com uma unica frase:

TAVA BOM PACARAIO!!!! De deixar muito chef de cozinha no chao!!! Nao so o queijo, como todos os acompanhamentos e as entradas que por sinal, merecem tb ter fotos, estavam bem bonitas e gostosas. So faltou o atum na bruschetta! kkkkkk
Viu como vc nao vive so de tirar fotos de pratos dos restaurantes? Tb tem coisa boa feita "sur place"!

O Lucca tb gostou tanto (de ver) que se comportou bem, algo nao muito comum para esse horario!

Sobre o queijo minas, se esta procurando o frescal, nos achamos algo bem proximo, acho que o nome é Brousse de lait de vache (tem até light) e o requeijao tem mesmo o cancoillotte (que é realmente bom demais da conta).

Sobre o cheiro, isso faz parte de sua introduçao à sociedade francesa, afinal geladeira que nao fede à queijo nao é francesa!!! hehehe, e desse fedor eu gostcho muuuito!

Grupo Mãos Dadas disse...

adoro queijo, queijo, queijo
mas meu paladar não é tão refindo assim,
vou a Paris próximo ano, e vou comer só queijo com pão e vinho
(e mamão com semente, e semente de linhaça pra ajudar)
abraços e obrigado por TODAS as dicas francesas
Adriana

nestor jr. disse...

hahaha
o danado fede mesmo.
compramos um outro dia e foi dificil acabar com ele.
e tratamos de limpar a geladeira depois que ele se foi...

Patty disse...

Olá Mirelle!
Primeira vez que comento aqui também, mas leio desde o primeiro post.
Adoro todas as dicas de viagens e tudo o mais que se passa do outro lado do oceano, como costuma dizer. Agora cá pra nós, vc judia dos leitores hein?! Sim, pq estou aqui quase babando de ver essas fotos...Isso pq aqui na terra tupiniquim já são quase meio-dia!
Parabéns por todos os acontecimentos bons que ocorreram em sua vida, os quais leio, muitas vezes, com lágrimas nos olhos de emoção!
Beijos da fã assídua do blog!
Patty.

Do que eu gosto... disse...

Oi Mirelle!
Desinformado é coisa de outro mundo, em uma ida a Paris compramos queijos para comer no hotel e havia um que tinha um cheirinho bem desgradável e meu marido que tem paranóia com essas coisas simplesmente jogou fora o queijo!Só depois ficamos sabendo que era seu odor característico... É vivendo e aprendendo para poder melhor aproveitar destes sabores deliciosos.

disse...

Bem que eu tinha te falado, o Mont d'Or tem uma carinha estranha mas é bom mesmo! Nem é tao forte quanto parece. Mas é o tipo de queijo que tem que comer inteiro para nao precisar guardar. Igual camembert. Ja' proibi o marido de comprar camembert grande. So' se for aquele que vem embrulhadinho pedaço por pedaço, pq ja' precisei esvaziar toda a geladeira, limpar com candida pra tirar o cheiro do maldito.

Pô... tb gosto de ler no GReader. Vc acha mesmo que isso inibe as pessoas de comentar? Sinceramente nao sei. Sempre que quero eu comento nos blogs que leio, mesmo se posso ler o post inteiro no GReader. E vou te confessar uma coisa... obvio que nao farei isso com o seu blog pq vc escreve bem, mas ja' descadastrei blogs que gostava mais ou menos porque tinha preguiça de clicar para abrir outra pagina (leio pelo iPhone e demora pra carregar, é um saco).

Beijos!

Mirlene disse...

Filha,

Você sabe que não gosto de queijo. Sou uma mineira com este defeito. Quando estiver em Lyon vou tentar acompanhar você e Léo na degustação de queijos franceses. Será apenas para contar aos amigos que comi na França este ou aquele queijo. Brincadeira.
Beijo. Adorei as fotos de sua casa. Pena que vocês não apareceram...

Eduardo Ameruso disse...

Mirelle que saudade, e que grande surpresa te encontrar blogando. Adorei.
E por falar em blogar, pq vc não grava em video seus posts? Pô, vc sabe como fazer e COMO EU JÁ TE DISSE UMA VEZ, porque vc não vai pra frente da câmera?
Pedindo licença ao seu marido, vc além de linda É fotogênica. Não perca tempo.
Vc não precisa fazer a coisa como nos vlogs que existem por ai, um monte de gente falando de assuntos que só dizem respeito a eles mesmos.
Vc não, vc tem assunto e técnica.
O seu texto é muito bom!
Fiquei imaginando aquele post dos cadeados na ponte em Roma, feito em video, poderia ficar lindo... Vc linda, nessa paisagem linda tb, um assunto gostoso... um passo para um pequeno programa de tv.
Vai lá Mirelle, larga de preguiça, pega a câmera o editor de video do seu computador e ganhe o mundo. Diversifique, fale de queijos, vinhos, música, tanta coisa...
Na verdade eu estou morrendo de inveja, pela França, pelos queijos, isso tudo deve ser maravilhoso. Desculpe a intromissão mas eu não gosto nada de ver talento desperdiçado.
Um grande beijo em vc e no marido.
Sucesso.
Ha! Eu tb tenho um blog, nada sério assim como o seu, pra mim é mais um treinamento para lidar com essas novas midias, vai lá dar uma olhada, talvez divirta vc um pouco:
http://eduardoameruso.blogspot.com é mais pessoal e o
http://quintasnaponta.blogspot.com era pra ser feito em grupo, mas como eu só tenho amigos velhos, eu cuido de ser o mais bem humorado possível.
Um beijo grande.

Mirelle Siqueira disse...

Olha so que bacana, adoro quando os leitores saem da toca! Sejam bem vindas Jacqueline e Patty. Espero vê-las sempre por aqui!Jacqueline, não recebi o seu email, acho. Eh que recebo tanta coisa que não me lembro. Pode escrever pro meu email pessoal? é mais garantido: mirellesiqueira@hotmail.com

Gustavo cumpadi, tava bão mesmo né? Esse meu marido é um achado! a sobremesa que vcs trouxeram tb estava uma delicia, uma torta toda linda de pistache.. hummmm! Agora que começou o frio faremos muitas outras soirees com queijos e vinhos né?

hahahaha, o que é esse papo de mamão Adriana? Emagrece é. O mamão daqui é ruim, gosto não!

Ei Nestor, o segredo é o que a Dé falou, tem que comer tudo pra não precisar guardar e tb comprar os queijos no dia que vai comer, afinal, não somos franceses pra ter geladeira fedida né? :P

Beijocas!

Mirelle Siqueira disse...

Esse comentario da "do que eu gosto" foi o melhor! Jogou o queijo fora por achar que estava estragado, hehe! Eu também fiquei confusa. senti o cheiro ruim na cozinha e liguei pro léo reclamando dele por não ter descido com o lixo, mas não era lixo, era o queijo...

Oi Dé! Pra ser sincera eu nem sabia que esse tal de google reader existia, descobri dia desses e não gostei de saber que meus textos são lidos fora do blog. Não sei pq, coisa de velha mesmo, mas não faço o blog pra ter comentarios nem seguidores. Até então eu nem entendia porque o povo me seguia, eu quase não sigo ninguém. Acho que se a pessoa quer me ler, tem que vir até aqui. Se o blog não vale o trabalho, é porque a pessoa não se interessa pelo que tenho a falar né? dai, melhor nem vir mesmo. mas como eu disse pra Larisse, tô analisando com carinho a possibilidade de liberar de novo os textos por la.... sobre o queijo, menina que delicia! ainda bem que o léo misturou tudo e eu não cheguei a ver os pelinhos que vc falou, senão, não sei se comeria!rs

Oi mãe! Tu não gostas de queijo? Dessa eu não sabia! Mas tem nada não, quando você vier a gente come coisas mais gostosas, pq seu genro é um cozinheiro de mão cheia! Vem logo!

Duduuuu, quanto tempo moço! Como você me achou? Eita, fiquei toda contente com tantos elogios! Ainda mais vindo de você né? Especialista na area! Mas faz tempo mesmo que não nos vemos ne? Porque eu ja apresentei alguns programas na Tv e vc sequer chegou a ver. Bom, mas a idéia não é ma e transformar posts em videos ja esta na pauta aqui de casa ha um tempo, parece até que vc leu meus pensamentos! Vou visitar teus blogs!

Beijos, beijos!!!

Natasha Ulmer disse...

Foi minha primeira vez tb comendo o Mont d'Or, estava muito gostoso, lembra muito a forma de comer raclette, mas com outro tipo de queijo! E a entrada tb muito gostosa, saladinha e bruschettas com azeite e pesto, mutcho bom!
Como assim vc nunca comeu raclette??? Desse inverno nao pode escapar mesmo, é muito bom, e o queijo pra raclette nao fede a geladeira!
Sobre o queijo minas e o requeijao, o gosto do Boursin é igual à queijo minas frescal! E pra substituir o requeijao, eu uso kiri de potinho, é igual!
Adorei a foto do Lucca!!!!!
O leitinho dele hj tava com gosto de Mont d'Or hehehehe!
Beijao!

disse...

Mirelle, não acho que é uma questao de falta de respeito com quem escreve nem nada disso... alias, vc tem como saber o numero de seguidores do seu blog no GReader (acabei de olhar e são 78). O meu problema é exatamente igual o da Lara, leio uma porção de blogs, acho que mais de 50 e todos pelo GReader e ficaria totalmente inviavel se eu tivesse que entrar em cada blog para ler o post! Comento nos que eu gosto mais, nos que eu tenho mais afinidade com o blogueiro, etc.

Eu so' acho que essa configuração de cortar o texto se justifica quando o blogueiro ganha com publicidade. E vc tem tanto comentarista, duvido que o pessoal deixe de comentar so' pq lê no GReader, não é mesmo? Eu mesma sou um exemplo disso. Venho aqui e comento em varios posts.

Beijos!

Juliana Yonezawa disse...

Mi, so uma curiosidade, como vc teve coragem de experimentar o fedidinho:: Depois que vc coloca no forno, o cheiro fica bom:::

beijitos, Ju

Patty disse...

Alguém me explica o que é raclette? Joguei no Google e apareceu que é um prato típico Suiço e parecido com o fondue, mas nada como a descrição de vcs, né?
Mi, vi que nos seus planos está comer o tal do raclette ainda neste inverno, daí vc escreve um post pra gente?

Obrigada :)
Bjos!

Fernanda disse...

Nossa os queijos franceses sao tudo que eu mais adoro aqui na França. Se um dia eu voltar pro Brasil eles vao fazer falta. Minha filhinha ama tambem, quanto mais fedorento mais ela gosta. Aqui na Corsega tem queijos bem diferentes. Tem um (que eu nao sei escrever pq se fala em corso, a ligua local) que é servido dentro de um pote em ceramica e é cheio de larva dentro. Esse nao tenho coragem de comer. Tem tambem que eu amo que se chama Brocchiu. Que é fresco, feito do "Petit Lait" de brebis (da agua do leite de ovelha, grosseiramente falando).Esse me lembra o frescal, la de Minas, mas sem sal.
O dia que vc e o Leandro vierem por aqui vcs tem que esperimentar os queijos da ilha.
Beijos

Fernanda disse...

Ha e contra o cheiro, compra uma vasilha de plastico grande que tem uma "grade em plastico" dentro, que nao deixa o queijo encostar no fundo (porque tem queijo que com o tempo escorre uma agua). Vc acha na Ikea. E coloca um pedaço de carvao no interior e deixe a vasilha sempre bem fechadinha. O cheiro diminue um 70%.

Paris Pra Sempre disse...

Oi Mirelle!!
Já faz um tempinho que leio seu blog e adoro!

Também sou fã do nosso bom queijo mineiro, bem branquinho...
Ainda não consegui me acostumar com os queijos franceses, o único que consegui gostar um pouquinho foi o caprice des dieux, bem fraquinho, para iniciantes mesmo...

bjinhos, Vivian

Brenda Tavares disse...

Nao sei o nome ai na frança, mas aqui na Italia sao vendidas em supermercados, na parte de material de limpeza, parece um ovo, com uns buraquinhos em cima e dentro tem um gel (com aromas ou nao) que absorve os odores, é fantastico!! Dura cerca de 2 meses cada ovinho desses e custa pouquinho.

Gabriela disse...

Ai, também amo os queijos franceses!!!!

E quando estive aí comia muitoooooo!

Não acredito que você ainda não comeu raclette!!!!!!!!!!! Maravilhosoooooo... em 01 inverno apenas comi zilhões de vezes!!! (os quilos na balnça também subiram né...!)

Aproveitem a França!

Flora disse...

Vai ter coxinha?
Tem que ter pastel, risóles,surpresa de milho, quibinho frito rsrs!Pão de batata tb hein mhum!
Nossa já pensei em tanta coisa...mas eh td uma mistura de países aqui no BR...acarajé hein vc ia arrasar hahaha!
Caipirinha, nossa coloca um pote epocler para os convidados irem tomando...boa sorte, sigo seu twitter por isso venho responder aqui...
Ahhh de sobremesa vai ter brigadeiro, uma manjar tb eh legal, sagu...rsrsr.
Depois eu passo pra dar outra olhadinha...Bjs

Flora disse...

E torresminho (mto difícil?)

Flora disse...

Siim, brigadeiro combina com vinho!

Gabriela disse...

Para a comida de sexta: pipoca!!! será que tem milho por aí?

de sobremesa: brigadeiro!

e para beber: sucos naturais com guarana antartica e caipirinha!

Emiliana disse...

Mirelle! Esse queijo é mega bom né! Ah! Comprei uma vasilha de plastico pra colocar os queijos e que já vem com uns filtros pra gente ir trocando na tampa e assim a geladeira fica menos fedidinha! Comprei num grande supermercado que se chama Auchan aqui em Paris...não sei se tem por aí essa rede. Beijos

Anna disse...

Na minha opinião esse é o melhor queijo francês. De setembro a maio, a geladeira aqui fica fedidona mesmo,rs.
Vou procurar o pote no Auchan(adorei a dica).

Claudia Acourt disse...

Ola Mirelle,

Ja tenho vc na lista do meu blog, leio sempre e comento pouco. Eu sei, para quem tem blog isso è terrivel. Maaas como vou passar o proximo fim de semana em Paris e estou a "cata" de coisas bem parisiensse para provar, achei otima a dica do queijo.
Aqui na Italia tbem tem muitos queijos mas acabo sempre provando os mesmos. Eu, como vc, sou adoradora do queijo minas e nao consigo ficar sem um bom formaggio na geladeira. Pena que estraga rapido. Porem, para compensar, nao fede tanto como o que vc descreve. Pena que nao vou poder prova-lo pois vou estar em albergue. Ou serà que encontro esta delicia em alguma boa cantina?
Ah, estou lendo todas as suas dicas sobre a cidade Luz visto que vou sozinha, sem falar um "piu" de frances.
Grazie mille!

Liana disse...

queijo é uma perdição! aaaa-moooo!!
aqui na suica tb eh tradicao mas nao entendo tanto quanto vc ainda pra diferenciar um do outro e saber o que vai com o que.

e o pao de queijo ...fez?

carlos henrique disse...

O mont d'or é bom mesmo, e como o léo disse : com um gole de vinho dentro...

ah, de queijos registrados, aqui na França tem mais de 440, fora os que nao sao registrados....

to começando a fuçar mais nos queijos e comprar coisas diferentes... to até fazendo um diario la no blog :) querendo dicas é so dar uma olhadela la hehehe

bjos

CH

Leia também:

Related Posts with Thumbnails