quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Israel: o que você precisa saber antes de ir

Sendo cristã, é claro que eu ja tinha ouvido falar de Israel, lugar onde Jesus nasceu, morreu e tals. Achava também que o pais era perigoso e cheio de conflitos, como outros do Oriente Médio e, por isso, visitar Israel não estava nos meus planos. Até a Easyjet entrar na historia. Procurando um destino diferente para viajar com a minha mãe, vi que Tel Aviv era uma das opções. Tel Aviv? Onde fica isso? O que tem de bom la? Bastaram alguns poucos minutos de pesquisa para ver que tinha tudo o que precisavamos: historia, cultura, praia, temperaturas mais altas que as do inverno europeu e um novo continente na bagagem, então compramos.

A segurança em Israel:

Impossivel explicar toda a historia de Israel nesse post, principalmente a de Jerusalém, mas o basicão é que judeus e muçulmanos brigam ha séculos por poder, reconhecimento e espaço em uma terra que ambos julgam ser sagrada. Ouvi todos os lados da historia, mas não sou nem louca de dizer quem esta errado. O que eu sei é que não existem mocinhos. No meio de tudo isso, um incrivel ambiente de segurança reina absoluto nas cidades. Não tivemos medo em momento algum, não corremos riscos (ta, a historia do taxi foi punk) nem vimos nada demais. O clima era de paz e tranquilidade. Vi judeus andando (rapido e de cabeça baixa) no bairro muçulmano e mulheres cobertas no bairro judeu, tudo junto e misturado, mas cada macaco no seu galho, saca? Ha quem diga que Jerusalém é uma bomba prestes a explodir, pode ser. Talvez um esbarrão entre Jacob e Youssef seja uma boa desculpa para começar a 3° Guerra Mundial, mas, reforçando o que eu disse, em momento algum minha mãe, o Léo ou eu tivemos motivos para sentir medo. Se era isso o que te impedia de ir, pode começar a arrumar as malas.

O exército israelense:

Muitos blogs que li antes de viajar mostravam fotos dos jovens que servem o exército israelense, fiquei até um pouco assustada. Bobagem. Vê-los pelas ruas de Jerusalém, fortemente armados, é tão comum que em poucas horas eles passam a fazer parte do cenario. Todos os adolescentes israelenses com 18 anos são obrigados a se apresentar ao serviço militar. Homens por três anos, mulheres por dois e depois continuam a servir o pais em forma de rodizio (se apresentando alguns dias por ano), até os 40. Sim, é muito tempo, não é a toa que o exército israelense é um dos mais bem treinados e temidos do mundo (dizem que o BOPE usa técnicas desenvolvidas por eles). Os jovens que seguem a vida religiosa e os muçulmanos não são obrigados a servir, mas podem, se quiserem - basta aceitar as regras. Eles andam em bandos pelas ruas e, ao contrario do que eu pensava, não estão em serviço, estão ali fazendo o mesmo que os turistas: aprendendo sobre a historia de Jerusalém, ouvindo explicações de guias e visitando os lugares sagrados. Quando fomos ao Muro das Lamentações, vimos a celebração que marca a entrada desses jovens no serviço militar. Cada um recebeu uma arma e um torah (a biblia dos judeus). 
 O carimbo no passaporte:

Alguns paises arabes não reconhecem Israel como nação. Com o carimbo israelense no passaporte, você não pode entrar em paises como o Libano, a Siria, a Arabia Saudita, o Iraque e o Iêmen, que são considerados inimigos de Israel. Para incentivar o turismo, o governo permite que os turistas peçam o carimbo em uma folha separada.Você pode pedir, mas eles podem negar - a pegadinha é essa. Como temos planos de visitar alguns desses paises em breve, ficamos agoniados para saber se conseguiriamos driblar o pessoal da imigração. Conseguimos, mas não foi facil. A moça não gostou nem um pouco quando pedimos o carimbo em uma folha separada e fez, além de cara feia, muitas perguntas. O Léo disse que era um world traveler e eu usei a famosa desculpa de ser jornalista. As folhas com os carimbos foram recolhidas logo depois, assim que passamos pelo ultimo controle de entrada no pais. A mulher rasgou os papéis na nossa frente e o Léo entrou em pânico! Questionou como iriamos provar que entramos legalmente se fôssemos parados pela policia. "Vocês não vão ter problemas. Não disseram que não queriam o nosso carimbo? Então não vão precisar dele", disse ela. Fizemos o Pai nosso e fomos. Eu super entendo a chateação deles, mas preferi não comprometer o meu passaporte.


O que comprar em Israel?

Diamantes! Fica la um dos mais importantes centros mundiais de lapidação e comércio de diamantes. Existem muitas, muitas joalherias por todos os cantos. A brasileirissima H.Stern tem, inclusive, uma localização privilegiada no shopping aberto proximo à entrada principal da cidade velha de Jerusalém. Se você pode se dar ao luxo, aproveite! Mas se você viaja com dinheiro contado (como eu), não se preocupe, so sai de mãos vazias quem quer. Nos mercadinhos e suqs é possivel encontrar todo tipo de bugiganga, artesanato, artigos religiosos, roupas e objetos tipicos ou peças lindas de couro. Em Jerusalém, as barraquinhas estão por toda a cidade velha e em Tel Aviv você pode ir no Shouk Hacarmel ou no mercado de pulgas proximo à Old Jaffa. Se no roteiro da sua viagem tiver algum destino da Europa, não compre roupas de marca nem produtos de beleza em Israel, é mais caro, mas se for voltar direto para o Brasil, compensa. O que não pode deixar de comprar são os produtos da Moroccanoil. Shampoo, condicionador, mascara e oleo leave in feitos com oleo de Argan marroquino que estão dando o que falar. Um monte de gente famosa usando e a promessa de cabelos macios e brilhantes me deixaram curiosa. O problema é que aqui na França (e no Brasil) custa muito caro, no Marrocos e em Israel o preço cai. Comprei em uma loja so de produtos para cabelos no calçadão Ben Yehuda (em Jerusalém).







Leia mais:

45 comentários:

Cristina Gallardo Valluy disse...

Oi Mirelle,

Jerusalem, é um dos meu futuros destinos com certeza, mas eu realmente tinha medo da situaçao politica ate ler as suas explicaçoes. Obrigada pelas dicas, querida.

à bientôt

Glenda disse...

Legal! Boas dicas!
Os diamantes são "aqueles" da África?

carlos henrique disse...

Muito massa a viagem de vcs.... essas bandas nao me seduzem muito, mas deve ser bem legal conhecer...

ou, mas vc sabe que grande parte dos diamantes em Israel sao de contrabando.... cuidado cuidado na hora de comprar

vc foram no "morro" das oliveiras ?

bjos

CH

Liana disse...

poxa mirelle que massa, adorei!
continua contando mais que se depender dos seus posts, israel é meu próximo destino!

olha só, e vcs não tiveram problema sem o carimbo enquanto estavam lá? medo.

Mr. Lemos disse...

Bela descrição, irmã. Confesso que eu não conseguiria explicar tão bem a sensação que tive lá... que foi exatamente igual a essa sua. A gente ouve histórias demais na tv e acaba ficando com medo do que não precisa... Thanks. bjo

Rapha Aretakis disse...

Nossa, que viagem legal! Tô acompanhando tudo e quero mais.
:*

Leonardo disse...

Amor,

Ja to doido pra voltar la. Rs. Vamos de novo?

Sobre os diamantes, apesar de Israel participar do Processo de Kimberley (processo que certifica a origem dos diamantes), acredito que seja facil encontrar diamantes contrabandeados tanto la como em qualquer outro lugar do mundo. Cabe ao comprador ter consciência e exigir o certificado de origem do diamante no momento da compra.

Agora 3 anos de treinamento "BOPE" deve ser phoda...

Otimo post! Muito esclarecedor.

Bjos

Patty disse...

Esse blog não tem só uma carinha bonita não, tem muita cuca no lance! hahaha.
Mi, ótimas dicas, parabéns!
Se antes, pelas estórias do amigo Israelense eu já queria conhecer, agora então!

Bjs

Mirelle Siqueira disse...

Cristina, va sem medo! Tem vôo direto easyjet saindo de Geneve. ,)

Glenda e Caique, a questão dos diamantes é como o Léo falou, a lapidação dos judeus é a mais tradicional do mundo, Israel tem até bolsa de diamantes! A coisa la é séria, e para garantir a origem, basta pedir o certificado. Agora, Caique, como assim não te seduz não? Eh massa demais la, ainda vou te convencer a ir com os proximos posts, um deles sera so sobre o Monte das Oliveiras!

Oi Liana, va mesmo! Não, não tivemos problema nenhum e acho que nem da pra ter né? Se as proprias autoridades rasgam o carimbo é pq de certo não faz muita falta. O ruim é que precisa dele se vc for pedir o detaxe (aquele reembolso de quem viaja e faz compras grandes), mas quem nao for la com esse objetivo, sem problemas. E tem outra, se vc nao tiver cogitando ir naqueles paises arabes que eu citei no texto, não tem problema nenhum ter o carimbo de Israel no passaporte, eu bem que gostaria de ter! Mas quero ir visitar meu amigo Sultao na Arabia em breve, então...

Irmão, vc ta certo, a TV é o pior inimigo do turismo de Israel, bora quebrar esse conceito errado!

Rapha, ta dando vontade de ir tb, hein hein? :D

Amor, é claaaaaaaaaaaro que vamos voltar! So não vai ser logo pra dar mais vontade, mas tenho certeza que não vai demorar muito! Adoro descobrir esses cantinhos com vc, te amo!

beijocas em todos

Mirelle Siqueira disse...

O blog agradece a "carinha bonita", Patty! :D

Rose Araujo disse...

Adorei esse post.
bjs
:)

anacec disse...

Olá, Mirele!

Desculpe perguntar, mas qual o valor dos produtos Moroccanoil em Israel? Minha mãe esta indo pra lá no meio do ano e gostaria de pedir pra ela trazer pra mim!
Já usei em um salão aqui no Brasil e é relamente magnífico!

Parabéns pelo Blog!

Ana

Lívia Carolina disse...

Que lindo!
Achei tudo encantador e rico!
Deve ser uma experiência e tanto!!!
Bjos

Mirelle Siqueira disse...

Oi Ana! Olha, so achei o produto em uma loja, então não sei se da pra achar mais barato ou não,não pesquisei muito. paguei 80 euros em um shampoo de 250ml + uma mascara de 500g + um oleo de 200ml (o maior que tem) e ainda negociei um shampoo de brinde. Achei o preço muito bom, ficou mais ou menos o que eu pago no kerastase aqui na França. Pelo que vi no mercado live, o oleo (que é o produto mais famoso da marca) chega a custar 500 reais e la o vidro grande custa menos de 30€ (uns 75 reais). Mas tem tb vidros menores, so que nao compensa, pq eles são realmente incriveis e precisa aproveitar né?

bjo!

Brenda Tavares disse...

Mi que maravilha começar a me jogar nas suas historias de viagem! Adoro!!
Nossa essa historia do carimbo, eu ja tinha ouvido falar, e deve ser uma situaçao complicada pq a gente fica meio de maos atadas ne?
Importante é q no final deu tudo certo!
Menina q produto é esse??? Tenho um amigo q mora em Isreal vou recorrer a ele kkkkkk
Bjos!
Ah fotos lindas!

Mirelle Siqueira disse...

oi Brenda! Joga no google ai pra vc ver! Deus fez o mundo em 7 dias e no oitavo criou ele, é o produto mais incrivel que eu ja vi, tipo milagre mesmo sabe?

bjo!

Honey disse...

Nao acredito que voce foi pra la e comprou Moroccanoil!!Eu to aqui sem saber o que fazer!!Onde eu comprava o cara nao vende mais, pelo site deles nao consigo ver no mapa aonde na Suiça vende.Depois que provei o oleo nao quero outra coisa pro meu cabelo!! Mirelle,meu cabelo nunca ficou tao lindo e macio!!Nem as hidrataçoes que eu fazia no Brasil,deixavam ele desse jeito!

Tu nao ta pensando em ir pra Israel de novo nao? Assim ja pedia pra voce trazer mais..heheh

Luciene disse...

Uau fiquei com vontade de ir amanha!

E esse negocio do cabelo enh? é caro? Qndo eu for farei contra-bando pra vender na França rsrsrs

Adorei os pots
Bjoks

Oscar disse...

Estou adorando!!! Minha tia visitou Jerusalém há uns 15 anos atras e só falava bem!! Li o esse Post para o Mau e ele soltou essa: Vc sabia que tem vôo direto da Philadelphia para lá?!? Quem sabe não pinta uma promocao eu acho que adoraria conhecer a terra santa!! Btw os artesanatos parecem ser lindos!! Custam Caro?!?

Bjs

Patty disse...

Até tentei ler outros blogs, mas não deu...Fracassei! Esse blog aqui vicia!!!
Vou correr pro Google ver se acho esse tal de produto milagroso. Se for p/ Israel denovo, aceitaria encomendas? Minhas madeixas iriam agradecer, rs.
Bjim

Anônimo disse...

parabéns!!! seu site é mesmo outros 500. vlw pelas dicas!!! vai uma dica minha: da proxima vez usa a sua canon para tirar as fotos.e não precisa mais mostra-la, ja vimos que você tem um bom aparelho!!!

Anônimo disse...

eu acho que seu blog ta perfeito, muito bom mesmo. tudo lindo! e esse post sobre israel ta incrível. fiz uma viagem la a 3 anos, e confesso que tinha as mesmas duvidas que voce, mas fiquei chocada com o que vi. parabens mesmo!

Hismênia Keller disse...

Oi Mi!! Nossa que lindas as fotos a viagem...e o texto claro, sempre gostoso de ler. Continue assim!
Querooo esses produtos milagrosos para o cabelo..rsss..e quero ir para Israel agoraaa!!..mas, por enquanto, por se tratar da 1º viagem fora do Brasil, me contentarei com Buenos Aires!!!
Cadê meu postal!!! Rsssss..Beijos

Juliana Yonezawa disse...

Mi,

Ainda nao testei este tal de Moroccanoil. Aqui na Irlanda tb so se fala nisso!!

PS: Vc nao precisa de nenhum produto milagroso, ne!! ja e bonita por natureza!

Ah, to ate com vergonha, vc acabou escrevendo o post antes de mim... vou deixar de ser preguicosa e escrever tb hehehe

beijao

Hismênia Keller disse...

Ahh, já ia me esquencedo... tô adorando ver as pessoas comentando seu blog e pedindo dicas!! Fico muito feliz...só me tira uma dúvida: quando eu for para a Argentina e meu namorado tirar uma foto(com a camêra dele) e eu estiver com a minha Sony humilde, diga-se de passagem, na mão será que eu estou querendo aparecer ou foi coincidência meu namorado querer registrar este momento??...#ficaaduvida..kkkk

Ps: genteee hj existe tantas formas de pagamento, pra que essa dor de cotovelo??...tem câmera para todo mundo!!!!

Beijoss..

Mirelle Siqueira disse...

Honey, o meu tb ficou otimo, macio demais! Se vc descobrir algum site bacana que entrega na França me fala, pq ainda vai demorar um bocado pra eu voltar em Israel viu?

Oi Luciene! Como eu disse ai nos comentarios, paguei 80€ por 4 produtos beeem grandes, não lembro o valor de cada um separado. Mas se vc achar pra vender, compra, pq vale muito a pena!

Pô Oscar, se tem vôo direto então vocês têm que ir! Fica de olho nas passagens! Os artesanatos não são caros não e são lindos! Tem de tudo e de todos os preços, mas comprei umas coisinhas por 1, 4, 6€...

Patty, vc é uma figuraça! Vou contrabandear uns produtinhos ai pro Brasil so pra vc, ta? ;)

His, querida, o seu postal deve chegar em breve. Coloquei numa caixa de correio meio abandonada no meio da cidade,mas tenho fé que um dia chega! rs Pensei muito em ti la!

Ju, vc é que não precisa do produto, com esse cabelo liso escorrido ai! So o oleo pra dar uma hidratada se quiser. Quem tem cabelo toinoinoin sou eu e ajudou muito! Bora deixar a preguiça de lado e aumentar o coro pro-Israel!!! Adoro teus posts!

beijocas em todos!

Mirelle Siqueira disse...

Ihhh anônimo, é bom vc se acostumar com a maquina, pq ela ainda vai aparecer em muitas fotos aqui no blog, ja que quem carrega ela a maior parte do tempo nas viagens sou eu. mas não se preocupe, vou pensar tira-la do pescoço e pedir pra alguém na rua segura-la pra mim quando o meu marido quiser tirar foto minha com a maquina dele, viu? So pra não te incomodar com a minha Canon paga em 36x no cartão.

;)

Amanda Trintim disse...

Adorei esse seu post *-* Adoro quando você posta das suas viagens, realmente ajuda bastante com suas dicas e aventuras também! E que venham muitas mais! Parabéns pra você e pro Léo. :)

Cristina Gallardo Valluy disse...

Oi Mirelle, obrigada por me dizer que o avião sai de Geneve, eu ia pesquisar para saber.
Que tal se um dia tomamos um café juntas? Meu portugues esta enferrujando...rs. Mas se voce nao puder ou nao quiser, sem problemas

Bisous e à +

myiska disse...

Oi Mirelle

Gosto muito do seu jeito de escrever,da educação(q vc demonstra ter),da sensibilidade,simplicidade) aliás acho q essas são características das pessoas de Minas (meu Estado favorito p passear). Sou do interior de S.P (wild...) mas a família da minha mãe é da região de B.H e todas as vezes q fui p lá
me encantou.

Abraços

Abraços

K∂riиє* Smith. disse...

Muito bacana mesmo esse post.
Sempre tive curiosidade a respeito da cultura desse povo tão sofrido.
Lindas as fotos, eu sempre que posso fujo dos luigares obvios, Israel está na minha lista...agora com suas dicas subiu umas 4 casas!

beijo

Patty disse...

Mi, sério, fiquei morrendo de vontade de usar esses produtos. Aliás, que mulher não gosta de novidades? Se for "contrabandear" te apoio 100%. Ajudo até a revender aqui e fazermos uma graninha, que tal? rsrs.
Um comentário sobre a máquina: é linda, tá paga e quem paga as contas é você! Então: ema, ema, ema, cada um com seus problemas!
Continue assim e não perca nunca essa essência que tanto nos encanta, com estórias e dicas pra lá de boas!

Bjo!

Anônimo disse...

Cara Mirelle, sou sua leitora habitual e adoro seu estilo estritamente pessoal, inteligente e irreverente de falar das coisas, do que vê e do que vive. Coisa rarissima em sua geração, comprometida com um "bom mocismo" polito-ecologicamente correto insuportável, e que diz e parece pensar absolutamente a mesma coisa, como que saida de uma lavagem cerebral que homogeiniza a capacidade de criticar.Parabéns e coragem, menina! A tempo: sou da geração de sua mãe, daquela geração que virou a mesa e ainda podia pensar como quisesse.Sem se culpabilizar.
Voce em uma frase sintetizou o que muitos bons e velhos jornalistas não têm coragem de atestar: em Israel , os dois lados se equivalem.isto não pode ser dito, é polticamente incorreto!!!Brigam há seculos- ou milenios. Todos dizem ser descendentes de Abraão. E em festa de nhambu, jacu não entra, como voce deve saber, como boa mineira....

Mirelle Siqueira disse...

Oi Amanda! Que bom que vc gostou, ainda tem um bocado de post dessa viagem pra postar!

Ei Cristina, claro que topo o café, so marcar! ;)

Obrigada Myiska (mulher, que nome suuuper diferente!!!).

Oba Ka! Bom saber! Quando vc for, me traz uns vidrinhos de Moroccanoil, please?:D

Pois é Patty, nêgo gosta de tomar conta da vida alheia né?

E por fim, devo admitir que esse foi o elogio anônimo que mais me fez feliz! Pena que não deixou o nome pra eu poder agradecer diretamente, mas enfim, você que escreveu, saiba que fez o meu dia acordar mais feliz!

Muitos beijos em todos!

Vanessa disse...

Quero nem saber se o diamante é contrabando ou não, quero saber se vc trouxe um pra mim??


ta ta ta, me contento com os produtos para o cabelo, vão fazer eles ficarem bonitos? e lisos??
aliás, quem garante que eles são bons? o povo todo anda com o cabelo escondido...

Anônimo disse...

Quantos dias é o ideal para conhecer Jerusalém, Tel Aviv e Haifa ?

Mirelle Siqueira disse...

Haifa eu não conheci, mas Tel AViv um dia é suficiente se for so para conhecer, mas se for no verão, da pra ficar mais dias aproveitando a praia. Jerusalém é a melhor parte da viagem, entao reserve mais tempo pra la, no minimo 3 se for pra fazer turismo intenso, num ritmo mais tranquilo, no minimo uns 5 dias.

Maíra disse...

Qual a estação da ano ideal para visitar Israel ?

Suelen Cybis disse...

Mirelle estava pesquisando sobre o trazer para minha esposa e agradeço muitíssimo pelas dicas, parabéns o Senhor te abençoe ainda mais
Flavio

paola disse...

Ola! tudo bem com vcs?olha,moro na Suiça a 17 anos e meu grande sonho é ir em Jerusalém mas todos que conheço nao possuem os mesmos sonhos entao sempre deixei de lado!estava lendo tudo o que vcs escreveram e fiquei tao entusiamada.,o problema é que iria sozinha e os idiomas que falo sao o françes,iialiano,espanhol e nosso portugues.Vcs poderiam me orientar pfv sobre como poderia fazer para ir por no maximo uma semana,se é melhor com a Easyjet.,existem pessoas que nos ajudam como guias la ou sao daqui....desculpem-me pfv mas sou realmente leiga em relaçao a me organiar para uma viagem assim. Aqui na Europa nos viramos mas nao precisamos do ingles ou de um guia ja que os idiomas sao latinos mas la,tudo é diferente e de todo coraçAo é meu grande sonho. Aguardo respostas. Muito obrigada.Que Deus os abençoe.Meu nome é Paula.

Mirelle Siqueira disse...

Oi Paola.

Nos viajamos de easyjet saindo de Genebra e foi tudo otimo, fique de olho nas promoçoes. Eu nao sei como anda a situaçao de Israel agora, mas nao sei se eh o melhor momento pra visitar a região por causa dos conflitos no mundo arabe. israel esta cercada de paises que estao passando por momentos delicados, por revoltas e logo logo a bomba pode estoura do lado deles tb. acho melhor esperar a poeira baixar um pouco.

sobre viajar sozinha: problema algum! minha mae, que viajou conosco, saia sozinha pra passear e fazer compras e se sentiu super à vontade, conversava com todos os vendedores (sei la em que lingua, ja que ela nao fala ingles muito bem).

sobre a lingua, praticamente todo mundo fala ingles. alias, acho que todo mundo fala mesmo! nao teve uma so pessoa que pedimos informaçoes ou que precisamos conversar que nao falava ingles. muitas falam frances tb. pode ir sem medo.

acho que se vc procurar na internet "guias brasileiros em jerusalém" vc pode encontrar. mas se vc pesquisar em blogs de viagem, vai achar muitas dicas bacanas tb e podera fazer o passeio sozinha. ou entao compre um guia. nos fizemos um passeio com uma empresa que faz passeios gratuitos todos os dias e no final vc deixa uma gorgeja de quanto e se quiser. eles tb fazem passeios pagos como pro monte das oliveiras, mar morto, ect. e vale muito a pena.

nao tenha medo nao, pode ir sozinha, basta pegar todas as informaçoes antes de ir em blogs ou guias.

boa viagem!

Juliana disse...

Olá Mirelle...
Bom, estou a dias fazendo várias pesquisas sobre Israel, Jerusalém e etc, e encontrei seu blog e seu relato... ADOREI!
Mas ainda estou cheia de dúvidas, pois estou indo a Israel em setembro e pretendo ficar em Jerusalém. Você acha que 3 dias lá são suficientes pra conhecer a cidade? Dá pra fazer passeios ao Mar Morto e a outras cidades como Nazaré, Galiléia tendo Jerusalém como base, tipo bate-volta?
Abraços!!!

A liberdade de escrever disse...

Boa tarde a todos.

Meu nome é Edvaldo, eu gostaria muito de ir a Israel conhecê-la, tenho muitas dúvidas, dentre elas se apenas com o Inglês consigo me comunicar com todos por lá, custos de viagens, quais viações etc.
Eu quero me batizar nas águas do Jordão, se for possível.
Vc podem me ajuda?

Obrigado
Edvaldo

Gabriela disse...

Apesar de tudo, ainda tenho um pouco de receio de ir para Jerusalém! Queria saber se tem algum costume na cidade que devemos seguir (lembrando que sou cristã e só visitarei os lugares santos da cidade)

Anne H. disse...

Linda viagem e fotos!! Adorei as dicas!!
Quando viajei para lá fui em uma caravana e não tive problemas com nada foi emocionante!!
deixo a dica para o rapaz ai de cima que quer se batizar no Rio Jordão, nesse site vc vai tirar todas suas dúvidas! http://sendtur.com.br/website/caravanas-terra-santa-sendtur/
Abraços

Leia também:

Related Posts with Thumbnails