quinta-feira, 26 de maio de 2011

Paris - roteiros do Cinema, guloseimas e mais

Todos os anos fazemos questão de comemorar nosso aniversario em Paris, para relembrar o nosso reencontro. No roteiro deste ano estava o canal da Amélie Poulain, o mercado de pulgas mais antigo do mundo, a livraria mais charmosa de Paris, kouignettes do melhor ouvrier da França, macarrons Ladurée e muitas horas em cima das Vélibs, com direito a uma paradinha aos pés da Torre - porque também somos filhos de Deus!

Canal Saint-Martin:

Um dos 'pequenos prazeres' da Amélie Poulain (filme "O fabuloso destino de Amélie Poulain") era jogar pedrinhas nas aguas desse canal. As cenas são lindas e como o nosso hotel era logo ao lado, fomos conferir se a Amélie tinha razão.



O  lugar exato de onde ela joga as pedrinhas é fechado ao publico, mesmo assim vale o passeio. O Canal foi construido em 1825 e tem a sua volta prédios muito antigos de estilo burguês, hoje ocupados por uma nova geração de artistas que se instalaram la nos ultimos anos, depois que a região voltou a estar na moda. A dica é percorrer o canal de bicicleta pela ciclovia até a Praça da Bastilha, aproveitando para almoçar em um dos bistrôs que ficam no caminho.



Marché aux puces de Saint-Ouen:

Do filme "Midnight in Paris" tiramos a ideia de conhecer o marché aux puces de Saint-Ouen, o maior e mais antigo mercado de pulgas do mundo. Aquilo la é um universo paralelo! Nunca vi tanta quinquilharia e poeira juntas na minha vida, do jeitinho que eu gosto! São centenas de pequenas lojas, com vendedores simpaticos, que se conhecem e se relacionam ha anos. Va com tempo para garimpar, porque no meio de tanta bagunça da para encontrar muita coisa bonita. Sem falar nos movéis com décadas de historia, lustres do século passado, peças unicas, que te fazem entrar em uma Paris que não existe mais. La é o lugar ideal para encontrar peças exclusivas e especiais para levar para casa ou dar de presente para quem a gente gosta - bem melhor que aqueles chaveiros do camelô, né?



Para chegar:  Linha 4 do metrô até o ponto final (Porte de Clignancourt).

Shakespeare and Company:

Sabe aqueles lugares magicos que a gente pensa que so existem nos filmes? Voilà, é exatamente isso que a livraria Shakespeare and Company é. Ela foi criada em 1951 pelo americano George Whitman e é especializada em literatura inglesa. Foi o filme "Antes do pôr-do-sol" que nos encheu de vontade de passar por la. As paredes são cobertas por livros (antigos e novos) do chão ao teto e você fica livre para fuçar no que quiser.


Se encontrar algo que te agrade, pode subir até o segundo andar para ler tranquilamente e, se pintar inspiração, pode usar a maquina de escrever que fica à disposição dos escritores que visitam a livraria. Você pode até passar a noite la, em troca de algumas horas de trabalho. Mais de 40 mil pessoas ja dormiram nas 13 camas dispostas entre os livros.


Gostosuras francesas:

Aproveitavamos os intervalos entre uma refeição e outra para experimentar algumas gostosuras bem conhecidas dos parisienses. Macarons são suspiros grudados por um recheio cremoso. Na forma, lembram os nossos bem-casados, mas são mais leves. Os macarons Ladurée são os mais conhecidos da França. As lojas são chiques como joalherias e capricham na preparação e na apresentação dos seus produtos. Uma caixa de macarons pode custar mais de 100€, mas tem também caixas menores e mais baratas. A unidade não é tão cara, cabe no bolso de qualquer viajante: 1,65€. O meu perfume preferido é o de côco. Endereços aqui.


Kouignette é uma massa de pão folhada e caramelizada, especialidade da Bretanha. O meu sabor preferido é o de laranja. Gerorges Larnicol ja foi eleito o melhor ouvrier da França na categoria pâtisserie, titulo dado pelo Presidente da Republica aos melhores profissionais da gastronomia e outras atividades. Resumindo: o cara é um dos melhores padeiros da França, por isso vale a pena visitar a Maison Georges Larnicol. Endereços aqui.


Vélib:

A dica mais importante ficou para o final: as bicicletas "publicas". Eu odeio os metrôs de Paris! São velhos, sujos, com estações confusas e cheias de escadas - o oposto dos de Lyon. Evito ao maximo andar de metrô em Paris, por isso faço la o que faço aqui: abuso das bicicletas. Eu sei que pedalar em uma cidade desconhecida pode assustar, mas juro que não é dificil! Paris tem ciclovias por todos os lados e os motoristas tratam as bicicletas com respeito. Se deixe perder entre uma rua e outra porque é justamente nelas que você vai descobrir como vivem de verdade os parisienses. Não se esconda embaixo da terra, va de vélib! O passo a passo para usa-las esta aqui.



37 comentários:

Rose Araujo disse...

Delícia de dicas!
:)

Rafa Carrara disse...

Mirelle,
Que dicas fenomenais! Adorei, vou anotar tudo pra quando eu puder ir, aproveitar tudo isso! Adorei a parte da livraria, iria me inspirar fácil rs.
Que fotos lindas, você capta a cidade, o momento e também os descreve como ninguém!
Já estava com saudade dos posts!
Tudo de bom pra você e o Leo!

Valéria disse...

Oi Mirelle!
que passeios deliciosos e fora do comum. Adorei as dicas! E as fotos ficaram lindas! Bela comemoração, quem dera...
Bjo

Nine Copetti disse...

Puxa, mais uma vez me senti como se estivesse nas ruas de Paris...
Mi, acho o máximo o fato de poder descobrir as ruas e cantinhos das cidades de bike... e a livraria Shakespeare & Co é um caso a parte, desde que li Paris é uma festa.

Mil beijos, adorei esse post!

Miller Mantega. disse...

O post - como sempre - ficou ótimo, e as fotos nem preciso dizer nada né?
Beijo Mirelle!

Lívia Carolina disse...

Que post maravilhoso!!!

Que sonho poder dormir em uma livraria!!!
Fiquei apaixonada pela idéia!!!

Obrigada por dividir esses momentos incríveis com a gente!

Bjos

Leonardo disse...

Amor,

Viagem perfeita! Comemorar o nosso aniversario, descobrir cantinhos insolitos, aproveitar das gostosuras, conhecer Paris de bicicleta, ter sol durante todo o final de semana, e tudo isso com a companhia perfeita, o que mais eu poderia querer?

As fotos também ficaram lindas, tirando a minha cara de sono na foto do Canal Saint Martin. Rs

Bjim

Glenda Dimuro disse...

Legal o roteiro...depois de tantas idas à Paris o legal mesmo é fazer isso, passar dos pontos "tradicionais" e conhecer as maravilhas das "entrelinhas". Acredita que já fui umas 3 vezes nessa livraria e NUNCA entrei? Não me pergunta pq, nem eu mesma sei! :)

K∂riиє* Smith. disse...

Quem me derá ter lido seu post antes de ter ido a Paris, teria me divertido tão mais....

As fotos lindas e coloridas como sempre.

Feliz aniversário para o casal lindo!

beijoo

Nestor Jr. disse...

Deliciosos! Texto , dicas e comidinhas 'provocantes'. rs

Juliana Yonezawa disse...

Parabens pro casal e pelo post!! Muito bom mostrar esses lugares que pouca gente conhece ;)

Beijao

Rosely disse...

Ótimas dicas!! Estarei em Paris novamente em julho e com certeza vou aproveitá-las!
Mês passado a Revista Viagem do jornal O Globo fez uma enorme reportagem sobre o Canal Saint Martin. Estão redescobrindo esse lugar...rs* Vocês foram nos restaurantes dessa região?
Abçs fraternos e até.

Adriana Pessoa disse...

Mirelle,
delícia de texto.
Um detalhe na sua foto da Sheakspeare and Company: apreciar a Fontaine Wallace, essa verdinha, um dos símbolos de Paris.
Bjkas

Mirelle Siqueira disse...

Obrigada pessoal! Vamos combinar que fazer um post sobre Paris é a coisa mais facil do mundo né? Ô cidade pra ser linda, viu?!

Glenda, eu tb ja fui a Paris algumas vezes, mas nunca tinha entrado la. Quando vc for de novo não deixe de ir tb, eu fui com pressa, tinha mil coisas pra fazer, quero voltar com calma pra sentar la e ler, quem sabe ate escrever um post diretamente da maquina da livraria, né?rs

Oi Rosely! Não almoçamos la não pq passamos por la pela manhã, ainda não estavamos com fome. Mas vimos varios, com o pessoal sentado na porta e deu a maior vontade de experimentar algum, acho que por ser meio fora de mão pros turistas, pode ser mais parisiense e a comida mais gostosa, sabe?

Otima dica, Adriana! E aproveitar pra encher a garrafinha de agua na fonte tb! (muita gente nao sabe, mas todas as aguas que saem das fontes de Paris são potaveis!)

Beijos em todos!

Patty disse...

Simplesmente DEMAIS! O post, as fotos, os lugares visitados, as dicas e acho que o mais interessante - conhecer Paris de bicicleta.

Um dia ainda transformo seus posts em um livro e levo ele comigo para todos esses lugares.

Beijos e um feliz aniversário!

Idiótica. disse...

Que amor de post. Adorei tudo que escreveu, muitas dicas importantes pra quem não sabe muito de lá e gostaria de saber. Adorei a livraria, fiquei fascinada com esses livros todos e melhor que alguns podem dormir lá dentro, uau. Maravilhoso! Beijos.

Sue Ellen disse...

Eu fiquei encantada com o Canal de Saint MArtin, fiz vários piqueniques quando estive lá e a Shakespeare and company é mesmo fantástica, amei! Adorei as dicas gastronomicas, agora preciso voltar pra Paris.. =/

Karol Nascimento disse...

Delícia de passeio. Adorei tudo! Bj

Anônimo disse...

Mirelle
Lindo, intimista, gostoso de ler... É incrível a capacidade q seus textos tem de aproximar vc da gente. Não sei se acontece com as outras pessoas, vc não me conhece, mas qdo leio seus posts sinto como se fosse uma velha amiga minha. Me acho a "íntima" hahahah
Bjos querida
@vivibmarcondes

Michelle disse...

Mirelle,
Adoro seu blog e esse post ficou lindo!
Complementando o que o anônimo disse, a gente se sente tão próxima de você, que um dia sonhei que vc e Léo vinham visitar Brasília e ficavam hospedados na minha casa rs.
Parabéns pelo aniversário e pelo blog tb.

Mirelle Siqueira disse...

Patty, querida, obrigada!

Sue Ellen, sempre tem algo novo pra fazer em Paris, né? Tb tenho essa sensação de que sempre é preciso voltar!

Vivi e Michelle, adorei saber que vcs se sentem assim! Eu, mesmo sem conhecer a vida de vcs como vcs conhecem a minha e mesmo sem poder dar um rosto pra cada nome que aparece por aqui, tb me sinto muito proxima de vcs. Acho que é por isso que funciona bem, pq quando escrevo me sinto conversando com vcs e saber que vcs sentem o mesmo quando leem, é demais! E, olha, Michelle, tô aceitando qualquer convite, viu? hehehe

beijocas em todas!

Sheila disse...

Mirelle estive em Paris no começo do ano, e com sua reportagem fiquei com mais saudades ainda!!! Quando penso não acredito que eu já fui!
Adorei o seu post, ótimas dicas e lindas fotos!

Beijos e parabéns pelo aniversário!

Mirlene disse...

Filha,

òtima idéia comemorar em Paris, não? Eu estou morrendo de saudades de vocês e de Paris também. Um dia quero voltar lá com vocês. O post ficou ótimo e uma delícia de ler e ver.
Beijo, te amo.

Mari disse...

Salut, Mirelle!!!!
Ai, que coisa boa voltar a Paris através das tuas palavras!!!! Sabe, eu tb curtia mt descobrir a alma de Paris nesses cantinhos cheios de hst, e a parte que mais gostei foi a livraria (sonho em ter uma, um dia!). Vou deixar uma dica: procure na net o restaurante Le Procope, acho que é um dos mais antigos de Paris...figurinhas importantes da hst da França - e do mundo - passaram por lá, e a ruela onde fica é suuuuuper Paris, perto da Boulevard Saint-Germain - ai, que saudade! Acho que vc vai adorar!!! Eu só bati foto na frente pois na época só tinha grana pra comer crepe e baguete com vinho francês do mercado (hummmm!!!) hehehehe Mas acho que nem é mtttt caro!
Super abraço,
Mari/Fpolis

Anônimo disse...

querida mirelle estou e chegando em lyon no domingo para ficar tres dias vou a avgnhon tb se eu cruzar com voce por ai se voce estivem em lyon vou falar com voce betijos eliyzabeth guttler

Michelle disse...

Mirelle,

Sinta-se convidadíssima! Quando quiserem conhecer o Planalto Central, estaremos à disposição para ciceroneá-los.

A cidade é bonita, moderna e tem um céu maravilhoso!!

Michelle

p.s: Tem um pessoal meio barra pesada no congresso nacional, mas eles pouco ficam aqui, podem vir sem medo rsrs.

Raquel M.B.G. disse...

Ai Mirelle, que delícia! Acabei de voltar, e não pude evitar ficar sorrindo vendo suas fotos, lembrando das nossas férias...andei de Velib (caí, mas eu que sou desengonçada mesmo, rsrsrs), mas sabe que até simpatizei com o metrô? rsrsrs abraços, Raquel

Brenda Tavares disse...

Que delicia voltar aos lugares que gostamos e ainda mais para comemorarmos algo.
Ai que saudade de Paris, da França...
Mi seu cabelo é lindo demais!!!!! Passa as dicas pra ter ele assim, eu quero!!
Beijos!!!!

Miller Mantega. disse...

Eu fui pra Paris em 2008 Mi, e definitivamente é muito linda mesmo, porém eu fiquei 3 dias e vi os pontos tradicionais da cidade. Fim do ano vou novamente, e quero ver roteiros não tão 'procurados' mas que devem ser encantador!
Beijão!

Tati disse...

Post maravilhoso, Paris é maravilhosa, e suas dicas preciosas!!

Mandei suas dicas pros meus sogros que estão embarcando dia 18 de junho pra Portugal e depois vão pra França passar alguns dias em Paris. E como eles vão sempre, vão amar passeios diferentes!

Parabéns pelo aniversário de casamento, muitos mais anos juntos e felizes para vocês!

Anônimo disse...

Eii comentei ontem e por duas vezes, onde foram parar meus coments??
enfim adooorei, muito lindo o post, a cidade e claro as fotos
(a da bicicleta é a melhor)!!!

quero tbm, leva eu?


ps: sou eu Van...kkkkkk

Mr. Lemos disse...

Irmã, eu não achei que o melhor ficou pro final, não! O melhor foi tudo. Fiquei apaixonado por essa livraria com máquina de escrever e camas. Preciso passar por esse lugar algum dia. E também adorei ver a foto do cunhado tentando pegar um livro no alto... não fui só eu que fiquei com a perna branca depois de tanto tempo de europa... hehehe.
Bjoca e continua escrevendo, menina sem vergonha!!

Anônimo disse...

Oi Mirelle, parabéns pelo post. Moro aqui em Paris e posso dizer q tudo q vc mostrou é realmente maravilhoso. Só uma coisa, a livraria é mais antiga. Ela é do começo do século e escritores como èmile zola, Hemingway se hospedaram e escreveram lá..Aí ela foi fechada por causa da guerra..Quando a antiga dona morreu, esse americano (que esqueci o nome, ehhehe), que já tinha uma livraria em Paris, mudou o nome e assimilou a filosofia da Shakespeare. Uns dizem q ele comprou, não sei...mas tem mais detalhes aqui http://fr.wikipedia.org/wiki/Shakespeare_and_Company

bjsss

Mirelle Siqueira disse...

Oi Anonimo! Na verdade são duas livrarias diferentes. Essa dai foi criada quando eu falei mesmo, em 1951 com um outro nome e so quando a Sylvia Beach, que tinha uma livraria chamada Shakespeare and Company morreu que ele mudou o nome da livraria dele para homenagea-la. Essa livraria que vc mencionou, frequentada por todos esses escritores, era a livraria da Sylvia Beach, mas esse lugar infelizmente nao existe mais.

Bjo!

marcelo matias disse...

minha querida sobrinha muitas saudades,vai ai o link da minha fm na internet para voce matar a saudades das musicas que voce gosta,www.blacknightsfm.com.br acessa e depois deixa recado no mural. bjos do seu tio que te ama marcelo matias.quando ao seu blog voce esta de parabens materias boas e bem feitas as fotos estão lindas continue assim nota mil para voce.bjos no coração.

Gabriela disse...

Estou AMANDO seu blog! Parabens. Vou olhar tudinho com calma... Beijos e felicidades!

Grazi disse...

Passeio lindo e as fotos então, estão mais lindas ainda !!!

Leia também:

Related Posts with Thumbnails