quinta-feira, 28 de julho de 2011

Descobrindo a Croacia - Trogir

Marco Polo, o viajante mais famoso da historia, não nasceu em Veneza como ensinam os livros - pelo menos é isso que afirmam os croatas. O explorador teria nascido em uma ilha da Croacia, chamada Korčula. As gravatas, esse pedacinho de tecido que deixam os homens muito mais charmosos (na minha opinião), foram inventadas pelos croatas. Os cachorros manchados que ficaram famosos no filme 101 Dalmatas, advinha?, também são de origem croata - e essas são apenas 3 coisas que você provavelmente não sabia sobre esse pais tão especial que acabamos de visitar.


Outra coisa que você talvez não saiba é que a Croacia é o novo destino da moda entre os europeus. Um pais que ha duas décadas ainda estava em guerra e que usou o turismo para levantar a economia e começar uma nova historia.

Trogir

Nossa primeira parada foi em Trogir, uma vilazinha de 2.300 anos, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, cuja principal atração é o seu centro historico (que na verdade é uma ilha com igrejas, castelos, muralhas e uma fortaleza!). Tudo incrivelmente bem conservado.


Trogir ja pertenceu a varios paises, à França inclusive, mas quem mais deixou influências por la foram os italianos. A começar pelo sotaque, a lingua é o croata mas o sotaque é italiano. Quase todos os restaurantes servem massas e até o jeitão de ser do povo croata é parecido com o dos italianos. Eles falam alto e sorriem como se te conhecessem ha anos. O dono do apartamento que alugamos em Trogir nos parava todos os dias quando voltavamos da praia para saber se tinhamos nos divertido ou se precisavamos de algo. No ultimo dia nos deu até um presentinho, vê se pode.


Quase todo mundo que se relaciona de alguma forma com o turista fala inglês além de alguma outra lingua (alemão e italiano, principalmente). O proprietario do apto. de Dubrovnik talvez seja a unica pessoa da Croacia que não fale uma so palavra em inglês, mas nem por isso foi menos simpatico com a gente. Embora o Léo e eu não saibamos nada de croata, conversamos e rimos muito com o senhor que ria ainda mais da gente quando tentavamos decifrar aquela lingua complicada dele. Era engraçado, ele tentando se fazer entender em croata e alemão e nos dois forçando a barra no inglês, francês e, vai que cola, no português.


Lembrei de quando voltavamos do Marrocos e acordei no meio do vôo ouvindo meu sogro conversar com um francês que estava sentado ao seu lado, a nossa frente. Aproximei os ouvidos para ver se eu não estava delirando. O meu sogro, que não fala nem francês nem inglês, estava no maior papo com um francês, que não falava nada de português. "Como pode uma coisa dessas?", pensei. O papo durou o vôo todo e so agora, na Croacia, eu entendi que é possivel conversar mesmo se as pessoas não falam a mesma lingua. Mas, atenção! So funciona com quem tem fome de mundo.


Logo que chegamos a Trogir, passamos no hotel para trocar de roupa e saimos andando em direção à praia. Mas, ué, cadê a praia? Andamos por quase uma hora, pedimos varias informações e a tal praia badalada não aparecia nunca. Subimos e descemos o morro pela estrada, pedimos carona e so na hora de ir embora é que descobrimos que existem barcos que saem para quase todas as praias bem de frente ao forte, no centro medieval (com bilhetes que custam em média 2€).


Trogir foi a melhor parte da viagem. Tão legal que abrimos mão de conhecer Split so para curtir mais a praia de Okrug, carinhosamente apelidada de Orkut pelo Léo. "Amor, qual praia vamos hoje?", "Vamos pro Orkut, né?". Mas preciso ser honesta, embora a Croacia tenha cidades interessantissimas, gente bacana, comida boa e ainda não seja um lugar tão caro para ir no verão, praia é uma coisa que eles não têm, não. Elas são de pedra e pequenas. O Mar Adriatico é transparente e calmo, uma delicia, mas praia mesmo, do jeito que nos brasileiros estamos acostumados a ver no Brasil, não tem. O que não quer dizer que elas não são interessantes. Até curti ir embora da praia sem levar comigo aquele montão de areia dentro do biquini.


Conhecemos outras praias, mas a Orkut Okrug foi a que mais gostamos. Ela tem uma super infra-estrutura, principalmente para quem viaja com crianças. Muitos bares legais, restaurantes e até um vendedor de milho que passa de vez em quando. Eu sei que muita gente reclama dos vendedores ambulantes que enchem o saco na praia, mas quando você mora na França, meu amigo, o barulho da buzina de um vendedor de milho é tudo o que você mais deseja ouvir nas férias de verão.

26 comentários:

Celinha disse...

Sabia que eu ia ficar morrendo de vontade de conhecer a Croacia depois de ler o seu post...foi so ler e confirmar! Não falei? Gosto do seu jeito de escrever, bacna demais. Beijo grande!

Oscar |MauOscar.com disse...

Mi

Eu namoro a croácia e Eslovênia desde 2005 quando uma amiga que estudava comigo foi passar férias naqueles lados e voltou com fotos deslumbrantes..
Adorei o Post como sempre adoro os posts do 13 anos depois... Ainda bem que você não desistiu do Blog...

nestor jr. disse...

Meuuu que delicia esse post e que fotos lindas. Adorei!

Lizzie disse...

Por isso seus posts são legais, você escreve de um jeito que dá vontade de conhecer o lugar. Depois de vir aqui, aí sim é hora de buscar informações sobre o lugar nos inúmeros guias turísticos que existem por ai!

Mirelle Siqueira disse...

Isso pq eu ainda não mostrei Dubrovnik, minha gente! (o post ia ficar enorme). Quando eu escrever sobre a "pérola do Adriatico", a Croacia vai entrar na lista de vocês com certeza! :)

Camila Navarro disse...

Você já reparou como para as crianças a língua nunca é um empecilho? Elas podem ter origens completamente diferentes, mas brincam e se divertem juntas sem barreiras, cada uma falando sua língua. Acho isso o máximo!

Depois dos 25... disse...

Como disse lá no Twitter, acho a Croácia o máximo, mas... no inverno, fora da temporada tem que ter fé.

Passei o Natal do ano passado lá com uma amiga e confesso que passamos muito aperto. Pouca gente falando inglês, na rodoviária ficamos mais de 3 horas esperando um ônibus que nucna chegou! Isso mesmo, no dia 25 a rodoviária não funcionava e nem tinha loja a aberta para comer. A moça do lugar que ficamos hospedadas ficou com dó e nos deu pão e frutas.

Isso foi em Dubrovinic (assim q escreve? falou a memória agora). É aquele tipo de lugar que no inverno ficam só os locais e no verão vem gente de fora para fazer dinheiro.

Mesmo assim, recomendo, recomendo e recomendo! Adorei até mesmo no inverno porque foi uma aventura!

Sobre o ônibus, tivemos que voltar para o hotel e esperar até o dia seguinte. Nosso próximo destino era Bósnia

Beijos!

Gabi disse...

adorei! nunca vi alguém contar tão bem da croácia! quero irrrrr! achei muito bonito!!

K∂riиє* Smith. disse...

Infelizmente quando fui a Croácia estava nevando e não tive esse privilégio de milho na praia e bronze da cor do verão, mas foi lindo, apesar da má companhia! hahahah

Obrigada pelo post, conheci um lado de lá que eu não conhecia!

P.s.: o melhor amiguinho do Breno é croata!

beijo Mi

Lis Alves disse...

Lindo o lugar, amei a cor da água do mar,só deve ser estranho mesmo não ter areia na praia,rsrsrs
Beijos e aproveite bastante.

Grazi disse...

Ah eh !!! isso sim, o post ficou uma graça, sabia q o pelamorrr ia passar.
Adorei as fotos, que cor de água hein ?
Muito legal essa sua dica !

Leonardo disse...

Amor,

Muito bom passar varios dias acordando so pra ir pra praia! Ja estava sentindo falta.

Eu dava um dedo pra sairmos agora, comprar melancia na feira e ir pra Okrug! Bora la? Pq nas férias o tempo passa tão rapido???

Bjos, Do viđenja!

Cecamt disse...

adoreei o post mas confesso q fiquei esperando a foto do william bonner e esperando vc contar como se encontraram por la, hehe, bjs

Patty disse...

Hoje meu destino foi a Croácia. Eita lugar gostoso, de gente simpática, de comida boa e praia sem areia! Gostei que só!

Mi, só assim saio desse país para viajar, já que minhas (tão) sonhadas férias, será em Março de 2012, se é que continuarei no emprego que estou hj, senão...

Conte-nos mais!
Bjos :)

Laura disse...

Ola, Mireille,

Ja vi algumas reportagens sobre a nova onda de turismo na Croacia e faz tempo que estou louca para conhecer. Esse teu post so nao fez que atiçar ainda mais essa minha vontade. E porque comparar com a Italia? So para dar mais agua na boca, adoro o pais e os italianos. Croatia, c'est noté!
Dei risadas quando descreveste o dailogo do teu sogro com um francês, isto acontece de verdade, mesmo! Minha mãe quando veio falava com todo mundo em espanhol e um pouco de francês q ela lembrava. Obrigada pelo post, muito bom. Beijos

Mirelle Siqueira disse...

Nossa, Flavia, parece que nem estamos falando do mesmo lugar. Estive em Dubrovnik é achei muito facil resolver tudo la. Vai ver no inverno as coisas mudam mesmo, então, pessoal, atenção pras dicar da Flavia -é mais facil ir no verão, quando é alta temporada e os turistas conseguem se virar facilmente por la. Inverno requer um pouco mais de programação.

Eh que nos encontramos o Bonner em Dubrovnik, Cecamt. Ainda vou escrever sobre a cidade mas não vou colocar a foto aqui não. E pra matar a sua curiosidade, nos encontramos na rua mesmo, no meio da cidade. O Léo o viu e disse "não é o Bonner ali?". A Fatima tava logo atras mas não tiramos foto com ela. Ele é enooorme! hehehe

Oi Lis! Sabe que eu não achei estranho não ter areia, não? Assim, num primeiro momento você olha atravessado, acha que é uma furada, mas eu gostei. Alugamos cadeira de praia entao nao tivemos problemas pra tomar sol, o ruim é ter que entrar no mar de chinelo pra não machucar os pés, mas o lado bom é que não fica entrando areia no biquini e quando voltamos pro hotel tb não ficava areia no chão.... eu curti!

Ai, Patty! Bom saber que vc viaja comigo, a ideia é essa!!! Levar vocês sempre comigo pra onde eu vou. Por isso acho meio chato ficar so falando de como chegar e onde dormir. Quero mesmo é que vcs se divirtam lendo como eu me divirto quando viajo e que vcs possam atraves dos textos sentir um pouco a vibe de cada lugar! :)

Obrigada você pela visita, Laura!

Beijos em todos vocês!

Cecamt disse...

q sorte encontrar eles dois :)))
ele parece ser uma pessoa simpatica, obg por matar minha curiosidade :)

Carina-Senzatia disse...

Que delícia de texto! Lindas fotos!!

Brenda Tavares disse...

As praias aqui tem esse lado bom, o de nao levar areia no bikini. Ah e também terminam parecendo sempre mais limpas ja q a areia nao revira na agua. Mas e a temperatura? Pq aqui na Italia por mais q me digam q ta quentinha eu acho sempre fria.

Karol Nascimento disse...

Adoro esses posts porque viajo com vocês. Muito bom!!!
Beijão

Veruska disse...

Hmmm É bom ser turista, né? Adoro!

Raquel M.B.G. disse...

Oi Mirelle, que lindas fotos! Sou louca para conhecer a Croácia! Fiquei mais ainda...achei meio parecido com algumas regiões da Itália e Grécia...abraços, Raquel
www.saladagrega.blogspot.com

Mr. Lemos disse...

Puta vontade de conhecer esse lugar! Sò foto linda!! Faltou dizer o que é aquele negócio que o Leo tá tomando. É breja??? É boa?? É gelada?????? ;)
bjoca

Anne disse...

Adoroo, essa energia boa que este "bendito" blog me transmite... Tenho vontade de conhecer sabia rsrsrs acho que vc deve ser exatamente como imagino "DO BEM" heheheheheh.
Nessas suas escapadas, se estiver perto do Beaujolais avise.
E sobre a Croacia, tô aqui convencendo o maridao pra irmos curtir um poquinho dessas paisagens magnificas.
Bjocas

Natalia Gastão disse...

Que delícia de texto Mi!!!!
Para ser bem honesta nem havia lido sobre Trogir, estava pensando apenas em Dubrovnic, Split, Zagreb e Plitivice, mas agora tenho que abrir espaço para mais essa cidade. =)
Adorei as fotos!
Beijão!!!!

Anônimo disse...

Otimo blog! Acabei de voltar da Croatia. Foram dias incríveis em Split, Plitivice, Trogir, Hvar, Palmizana.
, Korcula e Dubrovnik. Não vejo a hora de voltar!!

Leia também:

Related Posts with Thumbnails