quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Coimbra - porque ir e o que ver

A Universidade de Coimbra. Foi por causa dela que colocamos Coimbra no nosso roteiro. Ela é uma das mais antigas da Europa, foi fundada em 1290. Faça as contas! Alguns dos livros expostos nas prateleiras da biblioteca Joanina existem ha mais tempo que o Brasil! Até ai nada de mais, todo mundo vai a Coimbra por causa da Universidade. Mas eu tinha um motivo especial para querer visita-la: a minha mãe deu aulas naquele lugar.


Dizem que as mães é que sentem orgulho dos filhos, mas na minha casa sempre foi o contrario. Dona Mirlene passou três meses ensinando e aprendendo nas salas de aula da UC, e dividindo comigo o desafio que ela encarou aos 63 anos de idade. 

Qual é a dificuldade, para uma pessoa que da aulas ha mais de 40 anos, em ensinar do outro lado do oceano, ja que a lingua é a mesma? Se eu disser que as aulas eram em inglês e que a minha mãe, até então, de inglês não sabia quase nada, você deixa um recado bem fofo pra ela nos comentarios?


Claro que eu fiz questão de conhecer a cidade, a instituição e as pessoas que receberam essa maluca. O problema é que eu escolhi a época errada. Julho não é o melhor mês para visitar um lugar que vive e sobrevive graças aos estudantes. Conheci muita coisa interessante, mas a alma da cidade estava de férias - provavelmente curtindo alguma praia no Algarve.


Felizmente, os estudantes não precisam estar presentes para sentirmos que a cidade é deles. Esta muito escancarado. Uma explosão de criatividade, numa mistura de arte e caos, mostra o que eles querem, e também o que condenam. Até quem não tem um olhar apurado percebe isso.


Paguei 5,50€ para ter acesso às instalações que a minha mãe, com a sua carteirinha de professora, não gastava um tostão para visitar. Valeu cada centavo. Ou alguém consegue chorar dinheiro gasto para entrar numa biblioteca que conta com morcegos para conservar os seus livros? Minha mãe tinha insistido: va, porque a Biblioteca Joanina foi eleita varias vezes a mais bonita do mundo. Quase não entrei porque cada grupo de visitantes so pode ficar 10 minutos la dentro e, para o meu desespero, nada de fotos. Ainda bem que mãe a gente obedece.

Com o mesmo bilhete podemos visitar as salas dos Capelos, do Exame Privado, e das Armas, além da Capela de S. Miguel, e a Prisão Acadêmica. Passeio para uma tarde inteira. 


Se pedir o audioguia, vai ficar por dentro dos detalhes mais sordidos da Universidade. A tal prisão, por exemplo, era o pesadelo dos alunos, professores, e funcionarios punidos por mau comportamento. Uma época em que os reitores e a instituição tinham mais influência do que aqueles que governavam a cidade. 


Mas nem so da Universidade é feita Coimbra. As Igrejas da Sé também são lugares que merecem ser visitados. Igrejas, no plural mesmo, porque na falta de uma tem duas: a Sé Nova e a Sé Velha.

Foi na Sé Velha que eu vi como a coisa esta feia em Portugal. Em tempos de crise, patrimônio não tem prioridade mesmo. E não são os dois euros cobrados de cada visitante que vão financiar a restauração que a igreja esta precisando.


Bom, se considerarmos que a construção existe desde 1139, até que ela esta muito bem. Sem falar que, em se tratando de lugares antigos, eu prefiro o gasto ao reformado - assim, a gente sente o peso da historia. E historia não falta pra essa Sé Velha, viu? Ela esta ali desde que Dom Alfonso Henriques se declarou rei de Portugal e escolheu Coimbra como capital do reino.


Mas também tem a Sé Nova. Falando assim, Sé Nova, a gente até pensa que ela foi construida ha pouco tempo, né? Pois saiba que a catedral que substituiu a antiga como sede episcopal de Coimbra, em 1772, começou a ser construida pelos jesuitas em 1598. O Brasil ainda não tinha 100 anos!


Se você perguntasse para a minha mãe o que não da para deixar de fazer em Coimbra, ela te mandaria comprar louça. Você voltaria para casa agradecido por não ter cometido o mesmo pecado que eu: o de ser mão de vaca na hora errada. A Louça de Coimbra é a cerâmica mais nobre de Portugal. Na região da Praça do Comércio tem uma infinidade de lojas para provar que eu estou falando a verdade. Compre. Nem que seja um saleiro. Em Lisboa não vai ser mais barato e você não vai ter o prazer de comprar um produto local produzido desde o século XVI.  


No mais, caminhe. Coimbra, como todas as cidades que visitei em Portugal, merece ser descoberta a pé. Não esqueça de passar no Mosteiro de Santa Cruz para dar um alô para os dois primeiros reis de Portugal enterrados la. Se possivel, atravesse até o outro lado do rio Mondengo e faça muitas fotos para mostrar aos seus amigos como pode ser bonita uma cidade que, graças a uma universidade, possui tradições que sobrevivem até hoje.



Ja curtiu a pagina do 13 anos depois... no Facebook?


43 comentários:

Leonardo disse...

Lindo texto amor! Coimbra com sua tradição, sua historia, suas ruelas e escadarias fazem dela uma etapa obrigatoria do tour de Portugal. Tb não posso deixar de passar um recado:

Parabéns Dona Mirlene! Eu tb tenho muito orgulho se vc! Vc é a prova de que trabalho e dedicação podem sim te levar ao topo! Saiba que somos muitos a nos inspirarmos da sua determinação!

Bjos

Glenda Dimuro disse...

Ainda não conheci Coimbra, mas todo mundo fala da Universidade! Tenho um amigo lá, quem sabe não aproveito a oportunidade logo. Uma vez também já visitei o interior de Portugal no verão... e tive a mesma sensação de vazio de pessoas. Mas já me disseram que é assim mesmo (não em Coimbra, claro), fora de Lisboa o país é mesmo pacato. Bj

Mari Bento disse...

Bela homenagem a sua mãe, aposto que ela vai amar!

ilma disse...

Que belo homenagem para sua mae. Fiquei encantada com tudo - texto (saboroso) sobre sua mae, e detalhes a mais da cidade que vou visitar,também, agora em setembro e agora graças ao seu relato com um olhar mais apurado.
Obrigada.

Juliana Yonezawa disse...

Se esse foi um dos que vc mais gostou de escrever, posso dizer que foi um dos que mais gostei de ler ;)

Sua mamis merece mesmo parabens e muito reconhecimento!

Beijao

Paula Brum disse...

Há tempos não lia um texto tão gostoso.. Parabéns a vc e, especialmente, a D. Mirlene!!!!! Deu uma vontade de dar um pulinho lá, mas p hora não está no meu roteiro (que está um pouco apertado d tempo...) - mas estou tentando encaixar!!!! Abraços,

Paula
www.mochilinhagaucha.blogspot.com.br
....

Carina-Senzatia disse...

Amanhã é aniversário da minha mãe, e é nestas horas que eu desejaria ter um blog e poder fazer uma reverência a estas batalhadoras que nos deram a vida e nos dão tanto orgulho por lutarem e se destacarem na vida!
Parabéns para D. Mirlene, que já tem minha admiração só pelo fato de ter conquistado a oportunidade de ter dado aulas numa Universidade tão renomada, além de ter dados asas para a filha voar tão longe e ser uma pessoa tão autêntica!

Um beijo pra vc e pra sua mãe, Mi!

Jeh disse...

Parabéns à mamãe que foi dar aula num lugar tão lindo historicamente!!!

beijos

Mirelle Matias disse...

Carina, fiquei emocionada com o seu comentario! Obrigada por ser tao carinhosa comigo e com a minha mãe.

Obrigada todo mundo que esta deixando recados pra Dona Mirlene! Ela vai gostar.

:)

Laetitia Valadares disse...

Adorei o texto e a homenagem super singela à mamae! Mas ja que vc gosta de critica, cadê foto da louça de coimbra??? =/

Mirelle Matias disse...

hahahahahahah! boa, Lê! eu ia dizer que fiquei com vergonha de fotografar dentro da loja, mas vou ser sincera: nesses lugares que vendem produtos frageis, eu fico toda estressada, tomando conta do Léo. Ele parece criança, quer tocar em tudo e, como é desastrado, fico com medo de quebrar. acabo não fotografando nada!

Anônimo disse...

Ei Mirelle! Estou amando seus posts sobre Portugal! ;) Chegou bem no momento em que a minha vontade de conhecer o país está surgindo, então estou atordoada aqui! Um beijo pra você e para a sua mãe! Duas mulheres corajosas que se aventuraram em outro continente!!!

Laís

Mirlene disse...

Filha,

Parabéns, mais uma vez pelo post e fotos! Muito obrigada por seu carinho, fiquei emocionada e mostrei aos meus alunos. Obrigada Léo por ser gentil comigo. Obrigada aos leitores e leitoras que fizeram comentários carinhosos sobre mim.
É bom contar que esutdei o ano todo de 2009 para dominar ingles e poder dar aulas na UC em 2010.
Sou eu a mais orgulhosa: tenho uma filha talentosa e linda! Querer mais? Quero que ela seja sempre feliz ao lado de seu grande amor: o meu querido genro.

Beijo, te amo.

Mirelle Matias disse...

ufa! até que enfim alguém elogiou as minhas fotos!

hahahhaha

te amo, dona Mirlene!

Milena F. disse...

Que visita incrível! Eu certamente adoraria visitar a biblioteca, pela sua descrição é exatamente a "cerise sur le gâteau"!!! Você visitou uma biblioteca famosa de Praga? Fiquei louca por ela e depois coloquei essa de Coimbra na minha lista!
http://viverplenamenteparis.blogspot.fr/2011/09/strahovsky-klaster-praga.html

Anônimo disse...

Nossa, Mirelle, você escreve tão bem e passou tanta emoção, que me deu vontade de conhecer, Coimbra. Parabéns para sua mãe, que pelo o que você contou, deve ser tão desbravadora quanto vc. Um Abraço, Lia.

Anônimo disse...

Belo texto e ótimas fotos.
Tem razão de sentir mto orgulho dessa mamãe q conseguiu o q bem poucos conseguem.
Parabéns D.Mirlene e a vc Mirelle.
Abçs
Marcia

Leonardo disse...

Eu desastrado? de onde vc tirou isso amor? ;)

Patty disse...

Não basta ler sobre as coisas lindas e legais de Portugal, mas admirar por alguns minutos fotos tão inspiradoras.
Acho que ler sobre o local e juntar as fotos, dá a impressão de que, por alguns instantes, entramos um pouco no meio do passeio de vocês. Estendo isso para o resto do blog.
Desde pequena eu falava que ia estudar medicina em Coimbra. Agora vendo esta inspiração, vulgo, Dona Mirlene, já posso sentir as minhas asas querendo alar pras bandas dessa cidade tão inspiradora!
BjU!

CarlaZ disse...

Quando fiz minha viagem pra Portugal, não sei porque dentre de tantas cidades legais que li, inclui Coimbra. E o ponto alto sem dúvida foi a biblioteca <3

Também não fui num fia cheio de estudantes, já que era carnaval, feriado pra eles também. E isso me decepcionou um pouco. Não tinha ninguém nas ruas, nos restaurantes, esperava aquela coisa de cidade universitária.

Linda a homenagem pra sua mãe

Beijos

Mr. Lemos disse...

também prefiro o gasto ao reformado. Muito melhor, sem dúvidas. Fiquei com vontade de conhecer. Prometo te trazer um louça quando for pra lá.
Bjoca

Anônimo disse...

Estou encantada com portugal, adorei tudo que vc postou e as fotos são lindas, apesar de ser filha de português, meu pai foi muito pequeno para o Brasil com a família, e nunca mais voltou a portugal, e eu para ser sincera nunca tive vontade de conhecer, até agora, pq simplesmente vc me fez mudar de idéia.
Parabéns para sua mãe, por ter dado aula numa renomada universidade. Eu como bibliotecária tb adoro visitar bibliotecas por onde passo, rs. Adorei seu post. beijos
Bárbara ( esta como anônimo porque não consegui acessar minha conta)

Mirelle Matias disse...

Não visitei, Milena. Mas como tenho certeza que vou voltar em Praga, vou coloca-la no meu roteiro. A de Coimbra é uma loucura mesmo. Tem que ir!

Ah, Lia, ela é uma desbravadora mesmo, viu? Abraços pra vc tb!

Obrigada, Marcia! Beijinho

A ideia é essa, Patty! Levar vocês junto com a gente nas nossas viagens. Sei que muita gente que lê o blog não pode ou não quer visitar os lugares por onde passamos, por isso capricho nas fotos. :)

Eh isso, né, Carla? A biblioteca é o ponto principal mesmo! E pensar que eu quase não a visitei....

hahaha, boa, irmão! vou adorar! bjoca

Barbara, teu pai é português? então fica de olho aqui no blog porque vai rolar um projeto especial e eu vou precisar da sua ajuda, hein? Va conhecer a terra do seu pai, menina! Em Portugal tudo é muito lindo! (de onde ele é?)

beijos em cada um de vocês!

Bel Oliveira disse...

Oi Mirelle!!
Não sabe o quanto é bom ver seus posts a todo vapor no blog. Eu adoro (até reclamei pelo twitter da sua ausência..haha) e me sinto como se estivesse nas suas palavras. Isso poucas pessoas tem o dom de fazer. Parabéns pelo lindo texto, pelas fotos e pela mãe, que deve ser maravilhosa e guerreira (assim como a minha que também é professora - tarefa árdua no Brasil).
É a primeira vez que comento aqui, embora já tenha lido o blog inteiro, e tem uma coisa que acho espetacular: seu marido é o primeiro a comentar todos - ou 9 entre 10 - posts seus. Ah! o amor... Continuem felizes!!!

Anônimo disse...

Texto maravilhoso, como sempre! Estou eu aqui, de madrugada, insone, lendo todos os posts que perdi.
Mirelle, nunca deixe de escrever! O seu texto é tão cativante. Me sinto tão bem depois de ler...

Um beijo!
Roberta

Myria Cabanach disse...

Oi Mirelle,

que lindo esse post!!
Tão bem escrito que assim que terminei de ler fui atrás do meu livro de contos de Machado de Assis, não queria quebrar a "corrente" de bem-estar literário que sua descrição poética e justíssima (afinal Coimbra é maravilhosa sim) deixou.

Parabéns denovo e continue escrevendo.

Saudações,
Myria

Boia Paulista disse...

Oi, Mirelle. Tudo bem? ;)

*suspiros. As fotos estão lindas :)

Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

Beijos e até mais,
Natalie - Boia Paulista

Mirelle Matias disse...

Obrigada, Bel! Quantas palavras lindas e gentis no seu comentario. Tenho sorte por ter uma mãe aventureira e um marido fã dos meus textos, né? Gostei que você saiu da toca, viu?

Oh, Roberta, que coisa mais boa de ler! Enquanto houver comentarios como o seu, eu seguirei escrevendo. :)

Ok, vocês estão competindo pra ver quem deixa o comentario mais gentil, é isso? Quanta alegria acordar e ler todas essas mensagens aqui, Myria! Obrigada!

Obrigada, Natalie, é sempre um grande prazer! :D

Beijos em cada uma!

Insolente disse...

Olá Mirelle :) Os teus posts são uma inspiração e fazem-nos ver que os costumes brasileiros e portugueses não são assim tão diferentes, independentemente de estarmos na Europa :) Ah, e Portugal é lindo mesmo!! Nunca pensei é que os brasileiros dessem muita importância às nossas praias (porque apesar de serem maravilhosas, a água é gelada!!)... Agora falta conhecerem o Litoral Alentejano e o Douro (não sei se já conhecem)!!! Beijos***

Natalia disse...

As fotos estão lindas, a sensação é de ter feito o passeio com vocês.
Um grande bravo à d. Mirlene por ter aceito os desafios e ter inspirado um texto tão delicado!

Anna disse...

Oi Querida! Adorei esse post... ainda mais com todo o significado que essa cidade tem para a sua mãe! Vc sabe que estou a cada dia com mais vontade de fazer uma super viagem para Portugal...com os post então... quero ir amanhã! Beijinhos

Bel Oliveira disse...

Oi, Mirelle!!
Por nada, o comentário foi de coração, pelas aventuras que divide com a gente sempre, por fazer parte das minhas madrugadas em claro!
Você sem dúvidas é muito sortuda, e merece todo esse amor que lhe dão (o marido, a mamis e os leitores.. rsrs).
Ah! e agora vou comentar, já que sempre leio tudo.. rsrs

Anônimo disse...

Oi minha linda Mirelle.
Tô passando aqui pra deixar um beijo e comentar a título de nova experiencia.
Sou a Vânia que lhe add no face e disse que não comentava pq não tinha blog.
Depois da sua dica, aqui estou eu.
Fique com Deus.

Anônimo disse...

Oi Milena tudo bem?
Estive sumidinha, pq quase não entro na net, durante a semana.
Meu pai é de uma cidade chamada Soure, fica próximo de coimbra, na região do baixo montego. é uma cidade conhecida pela produção de arroz Carolino. não sei se vc conhece, inclusive é até o mesmo nome do meu sobrenome Carolino. Só sei isso. Se eu puder ajudar em algo. Com certeza portugal, entrará nos meu próximos roteiros de viagem. beijos. (Bárbara)

Mirelle Matias disse...

Ainda não conheço, Insolente, mas ja estou curiosa para conhecer. O seu Pais é lindo!

Então eu cumpri a minha tarefa, Natalia! :)

Me traz um pastel de belem, anna?

Tens razão, Bel, sou mesmo uma pessoa de sorte. E pode comentar sempre, que eu vou adorar viu?

Oba! Que bom que deu certo, Vânia!

Que legal Barbara, seu pai é o dono da cidade então, é isso? hehehhe! fique de olho no blog que vai pintar um projeto muito bacana envolvendo Portugal e quem sabe eu não va conhecer a cidade do seu pai por você, hum? mais eu não posso dizer por enquanto.

beijos em todas vocês!

Anônimo disse...

Que legal!!!
Quem dera se ele fosse o dono da cidade, kkk. Acho que é um sobrenome bem comum por aquela região. Vou aguardar ansiosa então. beijos

António Jesus Batalha disse...

Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens,E ao mesmo tempo passeei por algumas terras de meus país gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

Paty disse...

Fotos lindas e um texto bem escrito: pra quê mais? Conseguiu descrever com maestria as sensações que também tive ao por os pés em Coimbra pela primeira vez. E que ainda se mantém.

E parabéns a sua mãe!

Abraços! :)

Lah disse...

que post lindo!!! quero conhecer!!

Mirelle, qual sua câmera?

ilma disse...

Pois entao; cheguei de Lisboa há uma semana e minha intençao era, além de outras, visitar Coimbra tb por conta de sua descriçao, mas Coimbra "estava" toda em Lisboa/Rossio aonde estava; muitos estudantes e suas reclamaçoes etc... e tal e descobri que também era o início do ano letivo. Conclusao: mais uma desculpa para voltar a este País que tanto amo. Nao foi dessa vez, mas na próxima ficarei em algum lugar mais acessível para poder visitar nos primeiros dias Coimbra.

omp disse...

Muito bons dias e saudações de um Conimbricense, ou seja, o nome que se da a um habitante de Coimbra, Portugal.
Gostei de ver que a minha cidade e ate bem conhecida, uma vez que apenas temos 300 mil habitantes e nao somos muito grande em tamanho. Mas em historia Coimbra e muito rica, e como a Glenda referiu, e uma cidade marcada pela sua famosa universidade... Portanto quem quiser visitar Coimbra, aconselho vivamente a fazer no final de Abril, inicio de Maio, pois e quando existe a maior e melhor festa de estudantes do pais, denominada por Queima das Fitas.
Ou então, entre Setembro/Outubro, quando começa a Latada, nome dado ao inicio do ano lectivo na Universidade de Coimbra. Nestas alturas existem as praxes, as recepções aos caloiros, entre muita festa.
Na minha opinião, Lisboa pode ser a capital de Portugal, mas a zona Centro, onde fica a cidade de Coimbra, ou a zona Norte, onde situa-se a cidade do Porto, são muito mais interessantes e bonitas para se visitar. Portugal pode ser um pais em crise, que parece não ter solução (pelo menos a vista), mas e sem duvida das nações com mais historia e das mais antigas do globo; tem muitas zonas verdes,(sossegado para se viver)onde se destaca a Serra do Geres, Malcata e Serra da Estrela, onde em cada existem zonas e parques naturais protegidos.
Portanto, obrigado Glenda por divulgares o nome de Portugal e a todos que que quiserem vir a Portugal, acreditem que somos muito hospitaleiros. E Portugal não e só Lisboa, embora seja uma cidade com algum esplendor, existe muito pra ver e conhecer: Coimbra, Aveiro, Porto, Braga, Guarda...
Um abraço lusitano e visitem Portugal...

Oravla disse...

Parabéns, pelo Blog altamente elucidativo.

Grande abraço,

Alvaro

Luffi disse...

Adorei seu relato sobre a cidade dos estudantes mais bonita do mundo =). Pena realmente ter vindo fora da época do estudantes. tem de voltar em Maio que é a altura das formaturas e a cidade fervilha de festas e de tradições unicas no mundo. Aguardo nova visita =)

Leia também:

Related Posts with Thumbnails