segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

9 coisas para NÃO fazer em Lyon

O que não falta neste blog são dicas de Lyon. Ja escrevi sobre os meus cafés preferidos, sobre museus, expliquei como funcionam as bicicletas publicas e montei um roteiro com nossos cantinhos preferidos sem deixar de fora os principais pontos turisticos da cidade. Uma pesquisa rapida e você sabera o que fazer em Lyon. Mas nenhuma to-do list garante uma viagem redonda. Para evitar dor de cabeça é preciso estar alerta. Saiba, portanto, o que NÃO fazer em Lyon:

1. Não passe apenas um dia na cidade:

Lyon fica a 2 horas de trem de Paris, o que faz qualquer um cair na tentação do "vou bem cedinho e volto no ultimo TGV". Não, caro turista, você não quer fazer isto. Além de muito cansado, você partira com a sensação de ter deixado de conhecer os segredos da cidade. Pelo menos dois dias inteiros é o que eu recomendo para quem vem pela primeira vez.


2. Não se hospede fora do centro: 


Lyon é enorme e, ao mesmo tempo, um ovo. A parte turistica da cidade se resume à Presqu'île e à Velha Lyon. Se hospedar fora dali é ter que pegar transporte e se privar de dar aquela passadinha no hotel depois do almoço. Uma economia que não vale a pena.


3. Não visite a Fête des Lumières no sabado:


Muita gente coloca Lyon no roteiro por causa da Festa das Luzes, a mais importante da cidade e uma das mais bonitas da França. São 4 dias de festa, sempre em torno do dia 8 de dezembro. Evite vir no sabado. Das 3 milhões de pessoas que visitam Lyon durante a festa, pelo menos 1/3 vem no sabado. Caminhar de uma instalação à outra vira um desafio e a noite, que deveria ser de diversão, acaba se tornando um pesadelo! O ultimo dia da festa costuma ser o mais tranquilo.


4. Não economize em restaurantes:


Ir a Paris e não subir na Torre Eiffel - é isso o que você estara fazendo se vier a Lyon e deixar de comer em um bom restaurante. Lyon é a capital mundial da gastronomia, com 14 restaurantes estrelados no Guia Michelin. O unico com 3 estrelas continua sendo o papa da gastronomia, Paul Bocuse. A partir de 150€ é possivel degustar um dos menus do melhor cozinheiro do mundo.

Por bem menos, a partir de 25€, você pode apreciar a cozinha do Christophe Hubert, um jovem chef que ja conseguiu uma estrela para o seu bistronomique L'Effervescence (15, Rue Claudia - +33 4 78 37 23 89). Se a grana for curta, prefira fazer uma refeição mais cara e tomar um lanche na outra ao invés de fazer 2 refeições "mais ou menos".  Lembre-se de reservar com antecedência. A lista de todos os estrelados esta aqui.


5. Não faça compras na Part Dieu:


Francês gosta de fazer compras nas ruas. Dez graus negativos não impedem que eles continuem desfilando seus lindos casacos e botas pelo centro da cidade, olhando as vitrines. Eu, quentinha dentro do carro, não penso outra coisa além de "são todos malucos!". Mas basta chegar na Part Dieu, um centro comercial que eu insisto em chamar de shopping, para entender porque eles fogem dali. Um lugar feio, sujo, com poucas lojas (se comparado aos shoppings do Brasil). Eh quentinho? Sim. Coberto? Também. Vale a pena? De maneira alguma!
 
Para fazer suas compras em Lyon, faça como os lioneses: dirija-se à Rue de la République (onde estão H&M, Zara, Mango), à Rue Edouard Herriot (para encontrar lojas como Dior, Cartier, Louis Vuitton...) ou ao bairro da Croix Rousse para levar presentes originais.


6. Não tome bordeaux:


Deixe este sacrilégio para quando estiver em Paris, que não produz nenhum vinho importante. Em Lyon, aproveite para degustar um dos vinhos da região. Peça um côtes-du-rhône ou um beaujolais, que injustamente leva a fama de ser um vinho ruim por causa do beaujolais nouveau (vinho jovem). Os beaujolais crus são os melhores.


7. Não ande de ônibus Hop-on, hop-off:


Na minha opinião, estes ônibus que fazem tours parando nos principais pontos turisticos são uma boa opção em duas situações apenas: quando a cidade é grande (Roma ou Paris, por exemplo) e o turista não tem muito tempo para ver tudo; ou quando ha dificuldade de locomoção. Como eu disse acima, a parte turistica de Lyon não é muito grande, então, se você não tem problemas para caminhar, dispense o ônibus. O que Lyon tem de mais interessante fica no meio do caminho.


8. Não faça refeições na Rue Mercière:


Não se deixe ganhar pelo charme do lugar. Apesar de ser uma das ruas mais antigas de Lyon e de ter a seu favor uma oferta variada de restaurantes, ela é, gastronomicamente falando, o lugar mais turistico da Presqu'île. Isso quer dizer que eu vou comer mal, Mirelle? Não obrigatoriamente, mas também não garante que você va comer bem - e comer "mais ou menos" na capital mundial da gastronomia é um baita desperdicio!

Depois de ter experimentado quase todos os restaurantes dali e, principalmente, de conhecer dezenas de outros longe de la, os unicos que eu indico na Mercière são o Bleu de Toi (51, Rue Mercière) para moules frites e o L'Epicerie (2, Rue de la Monnaie) para tartines. Dois dos meu endereços preferidos para refeições baratas em Lyon.


9. Não deixe para almoçar/jantar tarde:


"Lyon é uma cidade grande com ares de interior". Bem assim, com voz apaixonada, é que apresento a minha cidade quando algum amigo vem nos visitar. Mas quando me empolgo com os passeios e perco a hora de seguir para um restaurante, desejo que Lyon seja mais flexivel com seus horarios, como acontece nas grandes capitais. Logo me lembro do caos destes lugares e volto a amar Lyon justamente pelo lado provinciano que ela conserva. O jeito é se adaptar: almoços são servidos até umas 14h e jantar depois das 22h30 é quase impossivel. O que sobra são os restaurantes turisticos da Mercière e da Velha Lyon, aqueles que você deve evitar.


No mais, aproveite bem a cidade! Eu poderia dizer que Lyon merece a sua visita, mas acredito que você é quem merece conhecê-la. :)


21 comentários:

Dot the I disse...

Dicas ótimas que dificilmente encontraria em algum lugar. ;)

Ana Paula Bertarelli disse...

Apareci de fininho na foto do item 8 kkkk

De fato, gostei bastante do L'Epicerie e das tartines de lá! Aprovado!

Sem dúvida alguma ter tirado 1 dia de Paris + 1 dia de Londres para passar 2 dias em Lyon valeu a pena!

Beijo

Silvia disse...

Que bom que está de volta! já sentia muita falta de novos posts. Beijos

Leonardo disse...

Eh amor, eu precisei tomar muita porta na cara pra aprender (e aceitar) que não se janta tarde por aqui. Inclusive acho que foi com isso que eu aprendi que o jeitinho brasileiro não funciona na França. Rs

Bjim

Léo

Sandra Gustavo disse...

Muito bom! Está tudo devidamente anotado!!! Nosso roteiro de viagem está praticamente pronto e advinha onde passaremos a maior parte do tempo????? Não fazendo todo o que você recomendou kkkkkk Parabéns e abraços!!

Kelli Machado disse...

"Lyon é uma cidade grande com ares de interior" essa descrição se aplica na perfeição à Lisboa :)

João Marcos disse...

Muito boa as dicas! Em relação a festa Lumière eu adicionaria outra coisa: troque o sábado pela a quinta (um dia antes do inicio do evento) e vá aos pontos mais concorridos neste dia. As projeções mais importantes e complexas estão em testes finais e a circulação nos locais é de um dia normal.

Vera disse...

As melhors dicas são as que não vêm nos guias e que só um "local" pode dar. Não poderia estar mais de acordo com o que escreveste!

Stella *stella.soaress@hotmail.com) disse...

Seu blog é ótimo! Não li tudo, mas ja adorei. Cheguei em Lyon a exatamente uma semana, para passar mais 5. Estou apaixonadissima, exceto por uma coisa: nao entendi muito bem o que deveria como fazer para pegar uma Vélo V e, seguindo instruções de um lionnays, eu apenas a encaixei em um suporte passada a primeira meia hora e bammmm: 150 euros debitados injustamente no meu cartão!! Sabe se posso fazer algo pra tentar reverter isso??

Parabéns pelo blog! Bjs

Anônimo disse...

Oi Mirelle

Votos de ótimo ano c mta saúde e alegrias.
Vc sempre terá leitoras pois escreve mto bem e descreve ou comenta fatos,situações mto interessantes. É uma pena postar pouco,mas cada um sabe dos seus motivos.
Ótimas dicas de onde ñ ir.
Abçs
Marcia

Uldericobr disse...


Todas as suas DICAS foram devidamente anotadas.

Espero poder testá~las um dia, quando eu estiver viajando na terra de Alexandre Dumas.

Abraço ...

Renata Inforzato disse...

Oi Mi, mas sabe que até que gosto dos restaurantes turísticos? Claro que nem todos. Mas é lá que eu vejo o estereótipo gastronômico de uma cidade. Mas a gente encontra boas surpresas (ao menos eu encontrei aqui). E os ônibus pego só quando tenho $$ sobrando e quando está chuvoso e eu já fui em algum museu :)
Vc continua ótima em seus textos, beijão

Renata disse...

Anotado. Vou conhecer em junho!

Luis disse...

Ola,!
Seguimos habitualmente o seu blog, e neste momentos estamos a planear uma viajar a Lyon. O seu blog tem sido bastante útil
Muito Obrigado!

Walkyria disse...

Adorei ter tropeçado no seu Blog Mireille!!! Já seguindo vc!!! Excelentes informações e compartilhamento de experiências para quem curte a França. Bonne Année!!!

caleb disse...

Help!!!!Existe alguma opção mais em conta entre a 1 e 2nd regiao de Lyon para eu estacionar meu carro??Meu hotel me cobrou 20 euros por dia!!!BLOG SENSACIONAL!!! Tem tudo que preciso para ir a Lyon!!!PARABÉNS!!!

Elisa tannure disse...

Adoro esse blog! Estou em lyon há um mes e as suas dicas serviram muuuito pra mim :)) nao tem como nao se apaixonar

Elisa Tannure disse...

Mirelle, aonde voce fez o curso de historia da arte? Tem algum pra indicar? Seu blog me ajudou muuito aqui em lyon, obrigada! Beijosa

Mirelle Matias disse...

Oi Caleb, da uma olhada no site do booking.com e procure hotéis com estacionamento incluso no preço das diarias. Você pode parar o seu carro na rua (não tem perigo de ser levado), mas so durante a noite, depois ja tem que pagar, então não sei se compensa.

Oi Elisa, fiz no meu curso de francês da universidade Lyon 2. as aulas de gramatica são excelentes mas o que eu mais curtia eram as aulas de economia, historia da arte, politica... são as opcionais que cada aluno escolhe de acordo com seus interesses. O bom é que, como as aulas são na universidade, os professores dessas matérias são professores da universidade. por exemplo, minha professora de Historia da Arte era uma das professoras do curso de historia da arte, assim como meu professor de economia era da faculdade de economia. Então era bem interessante, apesar de não ser muito profundo.

Stella, desculpa demorar tanto pra responder. Pelo que você me contou imagino que de duas uma: ou você não encaixou a bike direito e dai eles debitaram mesmo o dinheiro, ou foi so um aviso na sua conta de que eles "pegam" esses 150€, mas na verdade eles não são debitados não, apenas se você não devolver a bike. espero que este seja o seu caso. :/

Aos outros, obrigada pelo carinho de comentarem! :)

Brigadeiros e Barcelona disse...

Que bom que eu conheci seu blog antes de ir pra Lyon. Suas fotos são muito, muito, muito bonitas. To adorando seu instagram!

Brigadeiros e Barcelona disse...

Tenho uma má notícia. Os preços do Rio estão surreais e eu moro na Barra (rsrs). Mesmo assim, acho que consegui fazer um resumo do que tem de mais legal, gostoso, barato e descontraido nos bares da cidade! Os preços são da Veja/RJ do ano passado, mas dá pra ter uma ideeia do que esperar.

Copacabana: Boteco Pavão azul. Nunca fui, mas falam maravilhosamente bem das pataniscas. Cerveja de garrafa por R$8,00. É boteco sem frescura, mas fica cheio.

Santa Tereza:Bar do Mineiro. Nunca fui, mas tenho amigos que sempre vão. Falam maravilhas do bolinho de feijoada.Cerveja de garrafa por R$8,00. É boteco sem frescura, mas fica cheio.

Lapa e outros bairros: Bar do Adão. Pastéis com recheios maravilhosos de R$3 até R$5. R$5 o chope. Acho que quarta tem promocao de pastel.

Copacabana: Galeto Sat`s. galeto delicioso, temperadinho e chope R$4,40

Leblon: Botequim do Itahy. Chope R$4,30 e bolinhos de bacalhau bem gostosos.

Ipanema: Garrafeiro Informal. Tem cerveja de garrafa a partir de R$9. tem umas panelinhas de carne com aipim e queijo que custam por volta de R$40, snao gostosas e dá para dividir.

Urca: bar Urca. Acho a relação vista benefício boa. Cerveja de garrafa R$9,50 e belisquetes e salgadinhos para comer na mureta.

Evite os bares Devassa , Azul Marinho e Belmonte. Eles estão bem caros e tenho achado as comidas bem ruins...

Se precisar de alguma coisa me fale! :)
Boa viagem!

Leia também:

Related Posts with Thumbnails