terça-feira, 5 de agosto de 2014

Costa Esmeralda, Sardenha - Dicas de A a Z

Justo eu, que não dou tanta importância para celebrações e ritos tradicionais, adorei a ideia de fazer uma babymoon antes da chegada do bebê. Mais do que uma oportunidade de curtir o marido antes de nos despedirmos da nossa vida a dois (até porque levamos o nosso sobrinho junto), acho que vi nesta nova moda uma desculpa para encaixar um destino paradisiaco nas nossas férias de verão.

Nossa eleita foi a Sardenha, mais precisamente a Costa Esmeralda, região nordeste da badalada ilha italiana, que, como o proprio nome ja diz, nos conquista pela cor impressionante de suas aguas - mas não apenas! Um dos destinos preferidos do verão europeu para ricos e famosos, e que também se revelou acolhedora e totalmente possivel para viajantes menos VIPs, como eu.

Reuni 26 dicas, de A a Z, para ajudar no planejamento da sua viagem. Anote:


A - Aluguel de carro 

Não tem jeito, para se locomover na ilha e conhecer as melhores praias é preciso alugar um carro. Depois de muita pesquisa, encontramos na Locauto as melhores tarifas - e ainda tivemos a grata surpresa de receber um carro duas categorias superiores na retirada.

B - Buongiorno, buonasera!

Existem palavrinhas magicas capazes de conquistar a simpatia do seu interlocutor, independente do idioma que se fala. E, para brasileiros, o italiano é bem mais facil do que parece. Cada vez que vamos à Italia nos esforçamos para aprender um pouco mais, so que desta vez, na Sardenha, foi ainda mais divertido! Os sardos são tão abertos e interessados nos turistas, que praticamente não usamos nosso inglês/francês para nos comunicar. Portanto, a dica é: tente! Nem que seja so para gastar o italiano fajuto que você aprendeu na novela das oito, "capiche"?

C - Coperto

Para não estranhar a cobrança de alguns euros a mais na sua conta, como nos estranhamos, saiba que, caso você se sente para comer em algum lugar, tera que pagar pelo coperto. Deixar a cesta de pães intacta acreditando que assim ira economizar não funciona - também tentamos.


O jeito é se conformar com a cobrança dessa taxa que engloba o uso dos talheres, das taças, do azeite da casa, etc. Este blog traz a explicação: "O pagamento do Coperto nos restaurantes nasceu na Idade Média, quando muitas pessoas usufruíam dos locais para consumir a própria comida, sobretudo na estação fria e nos dias de tempo ruim. Os restaurantes, portanto, não podendo vender a sua comida para essas pessoas, faziam pagar o serviço pelo 'posto coberto' utilizado -  daí o nome, coperto".

D - Del Principe 

A Spiaggia (praia) del Principe é uma das mais bonitas de toda a Sardenha. Exatamente aquilo que esperamos encontrar quando pensamos em Costa Esmeralda. Praia pequena, de areia fina e mar transparente, cercada por vegetação e com rochas nas extremidades. Ideal para crianças porque o mar é bem calmo e a temperatura da agua é perfeita no verão.


O unico ponto negativo é que o acesso é um pouco "dificil" (entre aspas mesmo, porque se, assim como eu, você não vê problemas em caminhar 800m e descer menos de 10 minutos por uma trilha segura, o acesso não chega a ser complicado). Tem como infraestrutura um bar com banheiros e aluguel de cadeiras/guarda-sol. Simplesmente, va!

E - Easyjet

"Ah, mas passar as férias em uma ilha como esta deve ser caro demais!". Não se você se organizar para comprar as passagens com antecedência. A Easyjet, uma das companhias low cost mais importantes da Europa, faz, nos meses de verão, Lyon-Olbia em menos de 2 horas, além de voar a partir de Milão, Berlim, Londres, Paris e outras capitais. Pagamos 78€ por pessoa pelos bilhetes de ida e volta em pleno verão europeu.

F - Feiras de artesanato

A Sardenha é muito famosa pelo artesanato que produz utilizando técnicas tradicionais. Cada região nos encanta com suas especificidades: tapetes tecidos à mão, cestos, bordados ou cerâmica. Um otimo lugar para garimpar peças e trazer presentes e lembranças para casa são as feirinhas de artesanato. A de San Pantaleo acontece às quintas durante o verão e a de Olbia, todos os dias à noite.

G - Girgolu

Foi uma foto no Instagram que colocou definitivamente a Cala Girgolu (calas são baías) na minha lista. O lugar é realmente espetacular, mas chegar la da um trabalhão (especialmente na minha condição de gravida). 


Quer se aventurar? Então, anote: Jogar "Cala Girgolu" no GPS e não desanimar quando cair numa praia sem graça - é no estacionamento desta praia que devemos deixar o carro. Antes de chegar na praia, tem a entrada de um condominio fechado, onde so moradores podem entrar com veiculo. Diga buongiorno para o rapaz que fica na entrada e siga caminhando condominio a dentro. Desça à esquerda numa trilha que leva a uma outra praia, minuscula. Siga pela direita, caminhando por trilhas e passando por muitas pedras de granito esculpidas pelo vento e pelo mar. Depois de uns 20 minutos, quando vir a primeira imagem acima, você sabera que encontrou o lugar certo. A recompensa? Uma praia quase vazia, cheia de tranquilidade, perfeita para ver peixinhos ao mergulhar.

H - Hong Da

Talvez seja a dica mais xinfrim deste post, mas com certeza é muito util. Uma daquelas lojas com preços camaradas e produtos made in china onde se encontra de tudo! Ela fica bem perto do aeroporto de Olbia e foi la que compramos guarda-sol, oculos para mergulho, travesseiro inflavel para tomar sol e raquetes de frescobol (voando com mala de mão na Easyjet não da para levar nada disso). Endereço: Via Antonio Melis, 12.

I - Ilhas

Se visitar uma ilha italiana ja soa irresistivel, imagine visitar outras ilhas estando em uma ilha!? O arquipélogo de Santa Maddalena, ao norte da Costa Esmeralda, é o lugar mais procurado pelos turistas. São 7 ilhotas principais que podem ser visitadas em um dia (passeio vendido em todos os lugares). As fotos de cada ilha são tentadoras, mas não arriscamos porque sabiamos que, gravida, eu tinha muitas chances de passar mal com um passeio de barco tão longo. Mas não sosseguei. Foi na ilha de Tavolara que encontramos a praia mais paradisiaca da nossa viagem.


A faixa de areia branca cortando o mar, as unicas 20 e poucas pessoas que passaram o dia ali com a gente e o mar turquesa formavam o cenario perfeito para encerrar a nossa viagem com chave de ouro! O barco que leva até a ilha sai de Porto San Paolo e custa 15€ por pessoa (ida e volta). A travessia dura uns 20 minutos.

J - Jazz Hotel

Passamos as ultimas duas noites em Olbia para conhecer praias mais ao sul da Costa Esmeralda. Nos hospedamos no Jazz Hotel, um 4 estrelas novinho a 500 metros do aeroporto (uma mão na roda para quem tem vôo cedo, como era o nosso caso).


Não acho que Olbia seja o melhor lugar para montar base e visitar as praias mais bonitas - embora ela fique a apenas 30 minutos de Porto Cervo, por exemplo. As estradas são tortuosas e movimentadas no verão. Até da para ir e voltar todos os dias, mas não é a melhor opção. De qualquer forma, considere o Jazz hotel caso precise se hospedar em Olbia.

K - Kitesurf

A Sardenha também é perfeita para quem pratica esportes aquaticos. Em todas as praias pudemos ver pranchas com pipas deslizando pelo mar. O combo mar+vento atrai esportistas do mundo inteiro porque o clima da ilha é ideal para o esporte em pelo menos 9 meses do ano. Quem tiver interesse, pode procurar uma escola de kitesurf onde estiver hospedado.

L - La Pasqualina

Ah, os gelatos italianos! Foi em Milão que tomei o melhor sorvete da minha vida e na Sardenha que provei o segundo mais gostoso. Dificil acreditar que exista sorveteria melhor que La Pasqualina em toda a ilha! Os gelatos são cremosos e artesanais, tão bons que dirigiamos de San Pantaleo a Porto Cervo todas as noites so para experimentar novos sabores (o de mascarpone é de comer rezando!). 3,50€ a bola.

M - Multas

Não existem praias urbanas na Costa Esmeralda e, como todo mundo precisa de carro para chegar até elas (quase todo mundo - os ricos vão de barco), os estacionamentos ficam sempre lotados. Sem falar na despesa que é pagar para estacionar todos os dias (em média, 8€ pelo dia todo). Por isso, a tentaçao de deixar o carro à beira da estrada, como fazem muitos turistas, é grande. Evite. Todos os dias, em todos os horarios, vimos policiais multando os carros estacionados nestes lugares.

N - Nossa praia preferida

A Spiaggia Capriccioli é outra que figura entre as mais bonitas da Costa Esmeralda. Aquela coisa chata, sabe? Aguas cristalinas, areia fina, mar calmo, paraiso, não me tira nunca mais daqui, etc e tal.


Por ser bem pequena, é disputada (mas logo aprendemos que chegar em qualquer praia por volta do meio-dia era o ideal porque muita gente sai para almoçar deixando, assim, espaço na areia e vagas no estacionamento). Tem um restaurante ao lado que vende picolés, bebidas, lanches e onde se paga para usar o banheiro. Foi a praia de mais facil acesso que visitamos, você deixa o carro e ja esta com o pé na areia - coisa rara na Costa Esmeralda. Como não amar uma praia que, além de mar turquesa, tem nome de pizza, me diz?

O - Olbia

O aeroporto de Olbia foi a nossa porta de entrada para a Costa Esmeralda. O maior atrativo da cidade é mesmo a feira de artesanato que movimenta o centrinho à noite. Como eu disse acima, acho desgastante montar base ali (estradas de mão unica, tortuosas e movimentadas na alta estação).

P - Porto Cervo

Porto Cervo é o vilarejo mais chique da Costa Esmeralda. Hotéis luxuosos com diarias altissimas dividem lugar com os restaurantes mais disputados e as baladas mais VIPs da ilha. Curte este tipo de ambiente e pode banca-lo? Então este é O lugar para se hospedar.

Q - Queijos italianos

Os franceses adoram pensar que ninguém no mundo produz queijos e vinhos saborosos como os deles. Sobre os vinhos talvez eles tenham razão, mas queijo gostoso mesmo quem faz são os italianos. Todos os dias passavamos no mercadinho ao lado do nosso hotel para comprar algum queijo diferente para comer na praia.


A melhor descoberta foi, sem duvidas, a treccia sarda affumicata - um queijo trança produzido na ilha que lembra o provolone.

R - Rena Bianca

Das praias que visitamos, esta é a que tem a melhor infraestrutura, com banheiros, bar, aluguel de cadeiras de praia, de pedalinhos, jet-ski e caiaques. Assim como as outras, tem estacionamento, mas ainda é preciso caminhar uns 15 minutos depois que deixar o carro.


As aguas transparentes, com mar turquesa, caracteristicos da Costa Esmeralda, estão la. Mesmo assim, não foi ela quem ganhou meu coração. Voltamos apenas para alugar um pedalinho com escorregador no final do dia (15€ por 1h).

S - San Pantaleo

Este charmoso vilarejo foi uma das surpresas mais agradaveis da nossa viagem! Decidimos que nos hospedariamos la porque so encontramos comentarios apaixonados sobre esta pequena vila construida no século 19 entre montanhas e enormes rochedos de granito.


Artistas e artesãos foram se instalando ali porque o lugar tem mesmo algo de magico. Sua localização também é perfeita para visitar toda a Costa Esmeralda - a 30 minutos de Olbia, 15 ou 20 das praias mais bonitas e a 15 minutos de Porto Cervo. Ficamos no Hotel San Pantaleo, um 3 estrelas familiar com otima piscina e estacionamento.

T - Trattoria pizzeria Ichnos

O que todo mundo espera quando viaja para a Italia é comer bem. Comer bem pagando pouco então, é um sonho! Tivemos a sorte de descobrir esta trattoria em San Pantaleo logo que chegamos e não nos arrependemos de ter passado por la todos os dias (para o almoço ou jantar).


No cardapio: massas (incluindo o delicioso spaghetti alla cozza), saladas, carnes e pizzas. Os pratos custam entre 8 e 13€. Comemos tão bem, que não tenho nem vergonha de dizer que este restaurante é uma das razões pelas quais vou me hospedar em San Pantaleo quando visitar a Sardenha novamente.

U - Ultimos presentes/lembranças

Quero aproveitar o post para me desculpar com as pessoas que vão receber um postal meu da Sardenha, eles são muito feios! Procurei por toda a parte, mas postal nenhum retratava a beleza daquelas praias. Se alguém tivesse me contado que seria na zona de embarque do aeroporto que eu encontraria os postais mais bonitos, eu teria relaxado. Pois bem, é isso (você pode comprar os selos la mesmo e deixar os postais para o pessoal da loja enviar). Sem falar nos potes de mel e nas garrafas de licor produzidas na ilha, que não deu para comprar antes por causa do limite de 100ml em malas de mão. Os artesanatos mais bonitos também estão la.

V -Vinhos

Saimos de Lyon instruidos por amigos italianos a experimentar os vinhos sardos, aparentemente famosos em toda a Italia. O clima ameno é propicio para a produção de uvas muito boas, que depois são transformadas em vinhos fortes. Até nos supermercados da para encontrar vinhos de boa qualidade, mas lemos no nosso guia que compensava mais ir direto nos fornecedores. Por estarmos voando sem despachar malas, não seguimos a recomendação. Mas o marido gostou muito dos que bebeu la, inclusive os vinos da tavola.

W - Windsurf

Assim como o kitesurf, o windsurf é um esporte super praticado na Sardenha. Sim, é verdade que no sul da ilha existem praias mais apropriadas, mas vimos muitos windsurfistas se divertindo no mar, o que nos encheu de vontade. Por motivos de: tem bebê na minha barriga, deixamos para uma proxima vez, mas tem escola em Porto Cervo para quem quiser se jogar.

X - Xô, preguiça!

Férias na praia é sinônimo de descanso e pernas pro ar, certo? Não na Sardenha! Logo percebemos que praia naquela região é algo que se merece, principalmente as mais bonitas. Tirando a Capriccioli, tivemos que fazer um pouco de esforço para chegar em todas as praias que visitamos.


Também foi preciso dirigir até Porto Cervo todas as noites para tomar o melhor sorvete da ilha. Portanto, não se acomode! Uma vez na Costa Esmeralda, aprendemos rapido que quanto mais dificil é, mais recompensador sera.

Y - Yogurt con miele

Não estamos na Grécia, então, o mais famoso desta dupla não é o iogurte. O mel produzido na ilha é apreciado em toda a Italia por ter sabor pronunciado, deixando qualquer item do café da manhã mais saboroso. Todos os dias, eu abria um potinho de mel para acompanhar o meu iogurte. Ao que parece, una copetta di yogurt con miele e noci é indispensavel no café da manhã dos sardos.

Z - Zedda Piras

Quer experimentar uma bebida tipica da região? Então opte pelo digestivi.


O licor mais famoso é o Mirto, tinto ou branco, feito com folhas de murta. O preferido dos locais é o Zedda Piras. Léo garante que é delicioso.


So falta fazer as malas!

30 comentários:

Vanessa disse...

Adorei o post!!Vou pra Sardenha mês que vem e seu texto e fotos me deixaram mais ansiosa ainda!!

Aline Siemionko dos Santos disse...

Bah, Mirelle... "deprimi" lendo o teu texto! Liiiiiindas essas praias e eu aqui no frio-cinzento-e-chuvoso do sul brasileiro!!! Mas deixa estar, um dia eu chego aí, hehehe...

Mirelle Matias disse...

Ai, Vanessa, que inveja de você! Ja voltei de la procurando passagens para ir de novo, rs! Aquilo é mesmo um paraiso! espero ter ajudado de alguma forma. Aproveite e boas férias!

se serve de consolo, Aline, desde que cheguei da Italia que so chove em Lyon. eh o verão mais chuvoso dos ultimos 100 anos! entao aqui também esta como no sul do Brasil. :/

Fernanda Abreu disse...

Perfeito Mirelle!!
Tb enlouqueci na Costa Esmeralda, e tb amei a spiaggia del Principe e a Capriccioli.... foram as minhas praias preferidas....
Não consegui conhecer as ilhas do arquipelado La Madallenna, fiquei frustrada na epoca.... nao conseguimos nenhum barco e nao tivemos tempo de voltar depois pra tentar novamente.... mas ficou um motivo grande pra voltar....
Me hospedei em Porto Cervo num hotel lindo, chamado Hotel Balocco, com um jardim maravilhoso e uma vista incrivel da piscina.... nao foi tão caro acho..... e infelizmente nao tive essa dica desse sorvete mara.... :(
Espero poder voltar em breve, já que ficaram muitassss coisas pra se conhecer.... a ilha é enorme, e vale expandir um pouco alem da costa Esmeralda né, porem nao tive tempo pra isso!
beijos e boa gestação!
Fernanda.

poliglotanalfabeto disse...

Que legal seu post, deu vontade de já voltar. Estive na Sardenha com minha família no final de junho, estabelecemos como base Santa Teresa Gallura no extremo norte da ilha. Desse ponto partem barcos para a Córsega (Bonifácio), na vizinha Palau partem os passeios para Santa Maddalena, (dias sem vento).Em Porto Cervo visitamos as praias de Capriccioli e Il Pevero. Saímos de lá com a sensação de quero mais.
P.S. capisce (formal) ou capisci (informal).

Mirelle Matias disse...

Eu tb sai de la com a mesma sensação, Fernanda. Quero voltar no proximo verão com a minha pequena. Achei tudo tão propicio para crianças! Espero que dê tudo certo.

Fiquei muito frustrada por não ter tido tempo de conhecer essa parte mais ao norte da ilha, poliglotanalfabeto. Palau e algumas praias que descobri ali por perto estavam nos nossos planos, mas acabamos não indo (razão para voltar, assim como visitar a Santa Maddalena). Sobre o "capiche", a ideia era escrever de forma incorreta mesmo, ja que eu estava me referindo ao italiano capenga que acreditamos falar so porque aprendemos 3 ou 4 palavras nas novelas (tipo maledetto). Mas vou colocar entre aspas, assim fica mais evidente a minha intenção de tirar um sarro, rs. De qualquer forma, obrigada por ter ensinado as duas formas, eu pensei que era so capisce mesmo.

Leonardo disse...

Amore mio,
Essa viagem foi tão perfeita que até dói lembrar. Cada dica é como uma punhalada de saudade ( spiaggia, gelato, trattoria). Não vejo a hora de voltarmos lá com a nossa Alice pra eu começar a ensina-la a ser um peixinho como o papai.
Ti amo!

Mala ou Mochila disse...

Que trabalhão deve ter dado fazer esse post! Mas o melhor é reler e relembrar de todos os detalhes e bons momentos. Voltem lá com a Alice, sim ;) beijos

Juliana Moreira disse...

Oi Mirelle.
Conheci por acaso o seu blog ontem, e aí você já me vem com um post maravilhoso como este? estou apaixonada por esse lugar. Com toda certeza do mundo vou precisar conhecê-lo, e seguirei as suas dicas.

Parabéns pelo blog, linda a história sua e do seu marido.


http://julianamoreire.blogspot.com

Patricia Camomila disse...

Mirelle ... adorei o post e a idéia da "Babymoon", meu marido e eu vamos começar a "tentar" engravidar no final do ano e com certeza fazermos uma "Babymoon"

Beijos !!!

Paty

Natalia Gastão disse...

Que lugar lindo e que post gostoso de ler!!!
Nem preciso dizer que a Sardenha entrou bonito para a minha lista né?
Amei ver a barriguinha!
Saudades suas!
Beijão!

Nathalia disse...

Uau! Post completo mesmo! Gostoso de ler, como sempre. Até quando não pretendo visitar o destino, ainda assim faço questão de ler seus textos de cabo a rabo. Você escreve de um jeito tão leve, que quando me dou conta já estou envolvida!

E como você tem muita credibilidade comigo, já incluí este destino na minha listinha de futuras viagens!

Beijos!

Debora Santos disse...

Mirella, vc é sempre fantastico, adoro o seu blog!

Mirelle Matias disse...

Estou até vendo que vou ter que me acostumar a ficar sozinha na areia, pq vc e a Alice não vão sair do mar, né, amor? :)

Ju, foi um dos posts mais trabalhosos, mas como estava tudo fresco, até que escrevi rapido. Agora estou montando um de A a Z de Lyon!

Obrigada, Juliana! Espero mesmo que um dia você possa visitar a Costa Esmeralda para comprovar pessoalmente tudo o que leu neste post. :)

Eu tb achei uma ideia bem legal essa da babymoon, Patricia. espero que seu bebê chegue logo! Boa sorte!

Oi Tata! Você, que ja tem um vinculo especial com a Italia, não pode mesmo deixar de conhecer a Sardenha! Tenho absouta certeza que vai amar. Beijo, querida!


Hahahaha, que coisa boa de ler, Nathalia! Se um dia for até la, volte pra me contar, ta? ;)

Obrigada, Debora! Um beijo!

Tatyana disse...

Que delícia essa viagem!! E fzr uma babymoon melhor ainda, acho super importante esse momento pra o casal.
Ah! Não vejo a hora de ler seus posts com dicas de viagem com bebes. ;)

Anônimo disse...

Oi Mirelle, chegaremos (eu e meu "namorido) em Lyon na quarta 13, seria um prazer tomar um café contigo!

Até breve!
beijinhos Julyana

julyanama2@hotmail.com

Milena F. disse...

Que delícia de viagem!
Com todas essas praias lindas e ainda por cima exigindo um pouco de esforço do turista, é o tipo de lugar que eu adoraria! :)

Sandra Gustavo disse...

Mirelle, adorei o post!! Eu e Sandra somos "viajadores" profissionais hehe adoramos nos aventurar e seu blog é uma fonte inesgotável de grandes ideias!!
Que lugar lindo que vocês foram, muito obrigado por compartilhar conosco!
Grande abraço aos 3!
Gu e Sandra

Anônimo disse...

Ótimo post! detalhado, c todas as dicas e inclusive preços( detesto blogs q descrevem, sem citar um preço). Admirada c o preço da passagem, por isso q o europeu pode viajar.
Parabéns pelo nome da filhinha - bonito e bem feminino.
Felicidades.
Abç
Marcia

Ingrid Saraiva disse...

Olá Mirelle, conheci o seu blog em 2012 através de uma amiga que trabalha com turismo, eu estava prestes a ir a Lyon pela 1º vez, nossa fiquei muito feliz ao ver seus roteiros de viagem! Fiz TODOS os passeios do jeitinho que você sugeriu no blog e simplesmente amei tudo! Agora a história é outra, eu e meu noivo (que é Francês nascido em Chambérry mas criado em Lyon) estamos nos organizando para nos mudarmos para Lyon assim que fecharmos os nossos negócios aqui em Fortaleza, não vai demorar muito, eu espero.
Bom tudo isso para dizer que amo o seu blog, passei um dia inteiro lendo tooooodos os posts que você escreveu desde 2009, foi ótimo, peguei um montão de dicas legais, me emocionei, e nunca mais vou parar de te seguir! hahaha
Então quero te parabenizar por teu bebe que vai chegar e pela história linda que você constrói com o maridão romântico e quero te encorajar a fazer mais! Vai! Allez Mi! escreve tudinho para a gente, porque é muito bom te ler!
beijos!
Ingrid

Jaqueline disse...

que lindas as fotos, mas você não conheceu a praia de Stintino ou La Pelosa? é a mais famosa da ilha gostei muito também foi a padizo

Jacqueline disse...

Lindo post! A Italia é mesmo um lugar inesquecível.... aguardo seu post de Lyon de A a Z... estamos na dúvida entre Lyon ou annecy para morar :)

Lucimara Zenatti disse...

Olá Mirelle!
Muito obrigada!!! Explico: Em junho desse ano estive no sul da França para visitar os tão sonhados campos de lavanda. Além das dicas preciosas da Rota da Lavanda, depois de conhecer seu blog incluí no roteiro lugares fantásticos, como as Calanques, Gorges du Verdon, Moustiers Sainte Marie, Gordes e Sisteron (além desse lugares, estive em Chateauneuf du Pape e L´Isle sur la sorgue, que me encantaram). Isso me faz te agradecer, por dividir suas experiências e instigar nosso desejo de conhecer os lugares maravilhosos onde já esteve.Sua narrativa inteligente e fotos maravilhosas dos lugares me fazem ler e reler, e é claro, planejar para depois realizar. Agora lendo esse post da Sardenha meus dedinhos quase institivamente foram até o google maps para verificar a localização...quem sabe rsrs...
Grande abraço e felicidades sempre!
Lucimara.

Cátia disse...

Oi Mirelle,
Parabéns pelo blog!!! Amo suas dicas.
A blogosfera anda um tanto contaminada por publipost e matérias que apenas insitam ao consumo excessivo que ter um blog assim como o seu é um refúgio. Nao se preocupe com o tempo de postagens pq certamente quem te acompanha são os fascinados por viagens como vc mas que ao mesmo tempo aproveitam dicas e compartilham de suas ideias. Ah! Continue escrevendo
Abs Cátia

Anônimo disse...

Eu, descendente de sardos, sou suspeita e A P A I X O N A D A por esse paraíso chamado Sardegna ou Sardinia, em sardo!!!
Não conheceu nenhum Nuraghe???? O grande orgulho dos sardos!!!
A praia mais bonita da Ilha na minha opinião é Stintino do outro lado na Ilha (no noereste) com a vista da Ilha da Asinara onde vovem os burrinhos albinos de olhos azuis.
Bjs e ótima escolha!!!!

Marcela Cocco

Anônimo disse...

Olá Mirrele!!
Como está?
Adorei seu blog!!! Por que nao tem mais postado?

Abs
Andressa

Bruno disse...

Oi Mirelle, como vai?
Descobri no início do ano que a partir de setembro eu moraria em Lyon, e após algumas buscas na internet descobri o seu blog. Desde então não perco o hábito de entrar toda vez pra ler algo novo e gargalhar com seu jeito de escrever sobre as coisas.
Desde que cheguei aqui, a cada coisa que visito, a cada situação que eu passo, me lembro de alguma coisa que você escreveu. Tem sido engraçado e muito bom.
Desejo muitas felicidades na sua nova jornada de mãe. Imagino que agora a frequência dos posts diminua, mas será pelo seu bem. Muita saúde pra você e pra sua filha! Um Abraço

Anônimo disse...

Ola!!

E aquele post que vc faz todo ano com a retrospectiva do ano anterior? É muito inspirador! Não vai fazer mais? :(

Beijos!!

andressa m disse...

Adoro seu bloG!! estou sentindo falta das postagens.... ;/
deixou ele de lado? Vai voltar?

Tudo de bom!

Abs

Carol Akemi disse...

Oi Mirelle,
Adorei o post!!!!
Quantos dias vocês ficaram por lá?
Bjos

Leia também:

Related Posts with Thumbnails